Black Friday: maior desafio das empresas é manter posicionamento, mostra análise da Kantar

0 107

As empresas têm como maior desafio na Black Friday manter o seu posicionamento, revelou a nova análise qualitativa da Kantar. De acordo com a consultoria, muitas empresas, na tentativa de mostrar uma postura mais enérgica, acabam se arriscando demais e correm o risco de passar uma imagem totalmente diferente do que propõem.

“É importante saber ativar as promoções utilizando das simbologias que estão dentro do posicionamento da marca, evitando confundir os consumidores e até mesmo se apagar dentre tantas marcas que acabam falando no mesmo tom e não se destacam entre si”, comenta Karina Collenghi, gerente de contas da Kantar e especialista em metodologia NeedScope.

Com base nas conexões emocionais, a metodologia NeedScope traça seis perfis de consumidores. A análise vale para o tipo de posicionamento que as marcas devem ter durante a Black Friday, considerando quem é o público-alvo.

O NeedScope classifica os consumidores em cores:

  • Vermelho: consumidor que aproveita a Black Friday e gosta de ser estimulado por todo o evento;
  • Roxo: consumidor que busca os negócios de forma competitiva para tentar tirar a melhor negociação possível do vendedor;
  • Azul: consumidor que planeja e faz estratégias de compra para encontrar a experiência com mais benefícios;
  • Marrom: consumidor passivo, que é “levado” pela Black Friday até achar a melhor oferta;
  • Laranja: consumidor que enxerga a Black Friday como um evento para dividir a experiência e as melhores compras com outras pessoas;
  • Amarelo: consumidor que vê a Black Friday como algo divertido, espontâneo e surpreendente.

“O NeedScope traz como principal ponto o fato de que cada consumidor tem uma particularidade ao se relacionar emocionalmente com as compras na Black Friday. De acordo com cada necessidade emocional percebida, dentre as seis existentes no modelo, é possível entender que shoppers buscam canais, promoções e mensagens que melhor se conectam com a necessidade emocional daquele momento”, explica Collenghi.

Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.