Pesquisa aponta tendências de consumo para a Black Friday

0 813

A pandemia mudou os hábitos de consumo dos brasileiros durante o isolamento social. Com a baixa no setor de turismo, serviços e varejo, os gastos reprimidos dos consumidores se voltaram para o consumo online, impulsionando o e-commerce e as transações digitais. Segundo especialistas, essas tendências devem crescer ainda mais na Black Friday deste ano, marcada pela retomada do varejo e as expectativas quanto à vacinação contra a covid-19.

Esses são alguns dos insights apontados pela Black Friday Globo, plataforma lançada nesta segunda-feira (14/06) que combina dados, tecnologia e informações sobre consumo. A pesquisa mostrou que 57% dos internautas brasileiros compraram algo na Black Friday do ano passado, seja on ou offline. No digital, a Black Friday cresceu mais de 26%, e 61% dos entrevistados compraram algo que não haviam planejado na Black Friday de 2020.

Para este ano, os consumidores estão mais exigentes, de acordo com Henrique Simões, head de Insights e Varejo da Globo. “O brasileiro está mais preocupado com o planejamento da compra e consciente dos seus direitos, obrigando as marcas a reverem suas estratégias. Por isso, precisamos nos comunicar de forma diferente com esse consumidor.”

Segundo o executivo, setores como serviços, moda e varejo devem passar por uma retomada no crescimento em 2021, indicando uma recuperação puxada pelo avanço da vacinação contra a covid-19 no Brasil. “Mas diferente dos anos anteriores, eles devem exigir mais praticidade e serão mais criteriosos quanto à experiência de compra. Serão priorizadas as marcas que se posicionam em causas como proteção ao meio ambiente e sociais”, diz.

 

Fonte Época Negócios
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.