Flexibilidade de horário muda comportamento de compra dos brasileiros na internet

0 98

A Covid-19 mudou completamente a forma como as pessoas se relacionam, compram e vivem. Lojas físicas, empresas de delivery e até e-commerces estão se reinventando para garantir que os negócios continuem funcionando diante das mudanças no comportamento do consumidor brasileiro nas últimas semanas. Mas, de acordo com um levantamento da Social Miner que analisou a performance de mais de 120 lojas virtuais entre os dias 1º e 28 de março deste ano, as vendas online voltaram a subir, atingindo seu maior pico de conversões em 26/03.

No entanto, apesar da retomada, o momento ainda é delicado e pede ações rápidas e estratégias assertivas das empresas, uma vez que o cenário – e, consequentemente, a resposta do consumidor – ainda é incerto. Mas como mapear estas essas transformações?

Analisando uma base composta por mais de 41 milhões cadastros, a pesquisa da Social Miner revela que as duas das principais mudanças no comportamento do público brasileiro, que passa atualmente por uma fase de isolamento social, estão na flexibilidade de horário para navegar na internet e também na utilização deste recurso como forma distração.

Com isso, o estudo mostra que a partir da primeira semana da quarentena, de 15 a 21 de março, as visitas em e-commerces passaram a ter dois momentos de pico: entre as 13h e 14h, e entre as 17h e 19h. “Antes, as pessoas utilizavam o horário do almoço para dar uma volta, sair um pouco dos escritórios e relaxar em outros ambientes. Porém, agora este cenário não pode ser considerado, e o público está buscando na internet outras formas de se distrair. Além disso, pelo fato de não precisarem gastar mais tempo no transporte entre o trabalho e suas casas, por exemplo, as visitas nos e-commerces acabaram sendo “adiantadas” para o começo da noite, a partir das 17h, algo que não acontecia antes”, explica Ricardo Rodrigues, cofundador da Social Miner.

Entender o perfil e a mudança deste público é essencial para o momento que está por vir na economia brasileira. Por isso, a Social Miner listou algumas ações para ajudar as empresas a melhorar a performance nas vendas online:

– Entenda se o perfil e o comportamento do seu público mudou

Avalie e busque dados que mostrem quem é o consumidor que está buscando por seu produto. Pode ser que neste momento outros perfis de público estejam comprando seus insumos e você terá que adaptar sua linguagem e as ofertas, de acordo com as necessidades de cada um deles.

– Conheça os horários de pico de acessos e invista!

De acordo com a pesquisa da Social Miner, a flexibilidade de horários tem feito com que as visitas nos sites e as compras ocorram em períodos diferentes do que ocorriam antes da quarentena. Com isso, é preciso avaliar quais são os horários de pico de acesso no seu site, para que as estratégias sejam direcionadas para estes períodos. Dessa forma, interações com o consumidor, posts em redes sociais, notificações, lançamentos e envios de e-mails podem ser baseados nessa análise em busca de mais assertividade e melhores resultados.

– Internet agora também é distração: utilize a seu favor!

A internet se tornou praticamente a melhor amiga de todas as pessoas atualmente. E não apenas por facilitar o trabalho em casa, mas também porque é por lá que muitas pessoas estão se distraindo, assistindo a lives de famosos, fazendo seus happy hours online com os amigos do trabalho, etc. Como muitos já ficam na frente do computador muito tempo com notícias pesadas e na correria do dia a dia de trabalho, é importante que as empresas tragam experiências diferentes e entreguem conteúdos mais leves e relevantes para o consumidor. Quem sabe até promover jogos por meio da estratégia de gamificação para fazer com que o público tenha interação com a sua marca, aliado a um momento de entretenimento.

– Engaje seu público na fase de avaliação de compra

Ao acessar um e-commerce, nem todos os consumidores estão prontos para efetuar uma compra. Isso quer dizer que as empresas podem aproveitar estes momentos de avaliação para entregar conteúdos relevantes, que informem sobre os benefícios e vantagens daqueles produtos, e ajudem o consumidor na sua escolha e na tomada de decisão de compra.

– Entenda o que cada um precisa e ofereça praticidade

A rotina está mais difícil e as pessoas estão em busca de praticidade. Por isso, tornar a sua experiência de compra mais prática e leve é o segredo para se diferenciar da concorrência.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.