64% dos brasileiros ainda preferem lojas físicas

0 92

De acordo com um estudo realizado pela Lett em parceria com a Opinion Box, cerca de 64% das pessoas preferem comprar em lojas físicas. Já 28,5% dos entrevistados sempre pesquisam os preços online – mesmo quando estão em uma loja física – e 35,2%, que realizam compras em varejo físico, buscam por informações do produto na internet.

“Os números mostram que o consumidor brasileiro está cada vez mais omnichannel e busca várias opções antes de realizar uma compra. Hoje, temos a unidade física e online, inúmeras clientes têm o primeiro contato com o produto via redes sociais ou site da empresa e depois buscam a mesma peça na loja física, ou vão até a loja física, provam o produto e depois compram via site. Isso é mais comum do que se imagina.”, menciona o sócio da Dassi Boutique, Danilo Costa.

Ainda segundo o estudo, 36% alegaram preferir comprar em lojas online, quando as condições de preços e benefícios são as mesmas – ou melhores – que a loja física. Já para 76,8% das pessoas, a fonte de informação sobre produtos mais usada é o Google; para 50% dos consumidores, são os sites de comparação de preços; para 24,5%, às redes sociais; para 20,8%, os e-commerces preferidos; e 18% preferem conversar com o vendedor da loja física quando procuram por informações.

“O consumidor hoje tem tantas necessidades que optamos por fornecer várias frentes de vendas, além do varejo físico e do e-commerce, ainda fazemos vendas via Whatsapp, e quando a cliente está a um raio de 18km, ainda entregamos via motoboy, ela pode provar e escolher com quais peças vai ficar e pagar na hora.”, destaca a CEO da Dassi Boutique, Sirlene Costa.

Já sobre as compras via internet, mais de 40% optam por uma loja conhecida, ou seja, que já compraram antes, 29% escolhem a empresa que lhe oferece o menor preço, 20,2% optam pelas mais conhecidas – grandes marketplaces – e 10,5%, pelas que têm a entrega mais rápida.

“É interessante analisar o comportamento do consumidor, pois apesar das pessoas serem fiéis às lojas que já compraram, cerca de 70% das pessoas que não encontram um produto em seus sites preferidos, procuram em outros sites. Isso acontece devido às opções e a facilidade de encontrar outro fornecedor que supra a necessidade.”, alerta o CEO da Cobedy, empresa de desenvolvimento focada em e-commerce, Fellipe Guimarães.

O levantamento também indica os fatores que mais influenciam na decisão de compra realizadas via e-commerce, cerca de  78% dos consumidores são influenciados por preços e promoções, em seguida, com 65,6% o frete e prazo de entrega; com mais de 50% avaliações e comentários. O levantamento ainda mostra que 84% das pessoas já desistiram de uma compra após lerem comentários sobre o produto.

“Para o consumidor que está comprando online, toda informação é relevante informações do produto, recomendações em sites especializados, as avaliações online de outros consumidores. Além disso, as descrições, comentários em determinado produto, imagens, categorização e busca também influenciam o consumidor quando está dentro do e-commerce avaliando a possível compra.”, complementa Guimarães.

Fonte ABC da Comunicação
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.