40% dos consumidores não retornaram aos shoppings centers depois da reabertura

0 54

Os shoppings centers estão reabertos desde junho em várias capitais do país. Mas 40% da população ainda não voltou a frequentar esse tipo de estabelecimento, segundo pesquisa realizada pela Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Center) em conjunto com a Fonte, especializada em pesquisa e análise de mercado.

A insegurança e o medo são os principais motivos, mas também tem gente que prefere comprar on-line ou em lojas de rua. Veja respostas:

  • Insegurança devido à pandemia: 73%
  • Falta de vontade: 26%
  • Prefere comprar on-line ou na rua: 24%
  • Falta de necessidade: 20%
  • Falta de dinheiro: 14%

O percentual dos que retornaram aos shoppings (64%) é maior entre os consumidores de renda baixa. Entre os de renda alta, esse percentual cai para 56%.

O levantamento tentou identificar os sentimentos que as pessoas sentem ao frequentar um shopping center. Três em cada dez consumidores vão ao shopping para se distrair, mesmo que não tenham nada para fazer lá. Esse perfil de consumidor é prioritariamente mulher e de renda média-baixa.

Um em cada dez consumidores usa o shopping de maneira estritamente funcional, ou seja, para resolver tudo rapidamente e ir embora o mais rápido possível. Esse tipo de consumidor, em sua maioria, é homem e de renda alta, o qual dificilmente se conquista com lazer.

Também existe uma parcela de pessoas que busca no shopping a sensação de não estarem sozinha. Segundo a pesquisa, dois em cada dez consumidores têm esse comportamento, que é mais frequente entre clientes acima de 50 anos (24%).

Cerca de 40% dos entrevistados declararam buscar os shoppings para se distrair quando não têm nada para fazer. E 47%, sendo a maioria mulheres, disseram adorar estar em ambiente de shopping.

O levantamento ouviu 515 consumidores residentes em capitais e regiões metropolitanas de cidades que abrigam shoppings centers.

Fonte 6 Minutos
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.