Sorveterias investem em saudabilidade para o verão

0 305

Diante de um consumidor cada vez mais preocupado com a saúde, as redes de sorveterias apostam em um portfólio com apelo de saudabilidade. Para este verão, a expectativa é que as vendas tenham avanço médio de 30%.“Quando temos um verão com calor contínuo, as vendas na categoria de sorvetes crescem de 30% a 50%. A rede Rochinha vem trabalhando mais os aspectos de saudabilidade no litoral paulista. Vemos essa demanda por produtos mais saudáveis não apenas dos diabéticos, mas também é crescente no público em geral”, diz o sócio-diretor da companhia, Lupércio de Moraes.

De acordo com o executivo, para atingir as exigências do público-alvo do negócio – classes A e B –, houve necessidade de reformulação gradual do portfólio, como por exemplo a inserção dos sabores de maçã verde e whey protein. “Começamos a patrocinar corridas no litoral e em paralelo realizamos o lançamento do sabor de whey protein . Essas são ações de parcerias estratégicas”, complementou o executivo.Na mesma linha de raciocínio de Moraes, o diretor comercial da rede de sorveterias Stupendo, Leonardo Guedes, afirma que passou a inserir no cardápio opções diet por meio de fornecedores que trabalham com itens orgânicos. “Prevemos um aumento de até 30% nas vendas do verão de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. Também percebemos o aumento da demanda por produtos zero lactose, então passamos a desenvolver receitas à base de água juntamente com os nossos parceiros”, relata Guedes, ressaltando que há diferenciação na oferta de frutas de época dependendo da região da unidade do negócio.

Atualmente, a rede está presente em São Paulo e no Mato Grosso do Sul. Outro exemplo de rede de sorveterias que buscou renegociar com os fornecedores foi a Ice Creamy. “Neste ano, vamos lançar uma linha de sorvete italiano dentro do nosso portfólio, agregando maior valor ao produto. Conseguimos negociar bem o preço com fornecedores em virtude do volume de pedidos”, explica o CEO da rede, Émmerson Serandin. Segundo o executivo, atualmente, o negócio tem 70 unidades. “Em 2018, o faturamento da We Food [controladora da Ice Creamy] foi de R$ 100 milhões. Para este ano, a expectativa é atingir entre R$ 130 milhões e R$ 150 milhões”, disse, lembrando que a rede responde por 80% dessa receita.

Assim como a Ice Creamy, a rede Chiquinho Sorvetes também enxerga no período do verão a oportunidade para expandir os negócios e lançar novos sabores no mercado. “Mesmo com um volume maior de vendas de casquinhas, damos foco em produtos de maior valor agregado, como por exemplo nossos shakes”, afirma o CEO da marca, Isaias de Oliveira.

A rede abrirá mais 60 lojas até o final de 2019 – atingindo o número de 520 unidades. Segundo ele, tanto o volume de vendas do negócio como o tíquete médio devem subir 20% até o final do verão, o que poderá contribuir para uma alta de 10% na receita registrada em 2018 (R$ 30 milhões).

Fonte DCI
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.