Precificação, relacionamento e e-commerce são os pilares do varejo em 2019

0 578

Por Ana Paula Alcencar, jornalista convidada

De acordo com estudo da Nielsen, que foi apresentado na segunda-feira, dia 18 de março, na 53ª Convenção ABRAS E 31ª Super Rio Expofood em coletiva, alguns pilares serão essenciais para o setor supermercadista em 2019.

“Nossos levantamentos estimam 137 milhões de pedidos, um aumento de 12% por meio do e-commerce eletrônico, bem como incremento no tíquete médio em 3%, atingindo o valor de R$ 447 por compra. É com base nestes números que indicamos três pilares como foco de atuação em 2019 para que as metas individuais sejam atingidas e resultem em um fechamento geral melhor do que vimos em 2018”, afirma Daniel Asp, gerente de relacionamento com o varejo da Nielsen Brasil.

Os pilares são:
Precificação inteligente

A precificação correta dos itens chave pode significar lucratividade e, também, redução de prejuízo. A prática de desconto em itens com baixa elasticidade promocional, e a perda de competitividade daqueles que deveriam ter um controle de preço mais assertivo, é muito comum. Um estudo feito pela Nielsen em 2017 avaliou em R$ 11 bi promoções subsidiadas pelo varejo e pela indústria que não geraram incremento nas vendas.

Relacionamento com o cliente

Os levantamentos mostram que clientes leais geram aumento de vendas entre 3% e 6%, bem como ampliam a frequência de visitas em 5%. Promoções personalizadas também resultam em acréscimo de 4%, se comparado às promoções não personalizadas.

E-commerce

A cada ano se consolidando no mercado, o ec-commerce tem expectativa de crescimento de 15% em 2019, chegando a R$ 61 bi até dezembro. Tendência forte neste mercado em países como Estados Unidos e Coréia do Sul, a categoria de alimentos e bebidas estão na rota de ascensão no comércio eletrônico nacional.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.