Prazo de entrega e frete são os principais entraves para o e-commerce no Brasil

0 102

As compras pela internet ganham cada vez mais popularidade. De acordo com um levantamento realizado pela empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce Compre&Confie, o faturamento do e-commerce durante o primeiro semestre foi de R$ 32,1 bilhões, um crescimento de 16,3% em relação ao mesmo período de 2018

Mesmo com a oferta constante de novos produtos, a logística ainda permanece como um desafio para consolidar o hábito de comprar online com maior frequência no país.

A pesquisa mostra que o prazo médio de entrega de produtos e o preço do frete cresceram nos últimos dois anos. Na prática, o efeito é de “pagar mais caro e ainda receber em tempo maior”.

“A entrada massiva de novos lojistas no ambiente online nos últimos anos, especialmente com a popularização dos marketplaces, ajuda a puxar esses índices para cima. Os varejistas online deverão investir em inovações nos processos de entrega de produtos, passando por investimentos em omnichannel e uso de economia compartilhada para entregas”, afirmou André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

De acordo com as informações da companhia, o prazo médio prometido para entrega passou de oito dias (no primeiro semestre de 2017) para treze no mesmo período de 2019. Em relação ao frete, o valor médio passou de R$ 14 para R$ 19,50 nos mesmos períodos.

“Os desafios da logística podem ser superados também com investimentos em segurança em transportes e apoio do governo. Como exemplo, podemos citar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma iniciativa do governo que busca melhorar diferentes setores, prevendo melhorias em estradas, portos e aeroportos”, completou Dias.

Fonte Mercado & Consumo
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.