Pequenos agricultores familiares poderão vender diretamente para os supermercados

0 78

Grandes redes de supermercado vão poder comprar diretamente do pequeno produtor. Antes, o pequeno produtor não conseguia chegar às grandes redes, devido a questões burocráticas. Ele só podia vender para distribuidores, que embalavam, selavam, registravam e revendiam o produto.

Agora, com a suspensão da burocracia, o escoamento da produção ficará mais fácil. Com a crise, muitos pequenos produtores ficaram com as mercadorias encalhadas.

Segundo Marcelo Queiroz, secretário Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, a concessão de 180 dias (seis meses) para o início do pagamento de empréstimos também vai beneficiar o grupo.

“A ideia é fazer o link entre esses pequenos produtores e as grandes redes. Não é simples. É um grande desafio, mas que vai garantir mais prazo, preço e ganho para os produtores e para a economia do Rio de Janeiro”, disse o secretário.

A secretaria estima que existam cerca de 220 mil produtores de agricultura familiar no estado, o que representa 70% de todos os produtores do Rio de Janeiro.

A expectativa é de que com a simplificação dessa cadeia – venda direta às grandes redes de supermercado – os produtores garantam melhor preço e escoamento para seus produtos.

Para ser incluído no projeto, os agricultores podem entrar em contato com a secretaria através do e-mail: seappa@agricultura.rj.gov.br.

Agora, com a suspensão da burocracia, o escoamento da produção ficará mais fácil. Com a crise, muitos pequenos produtores ficaram com as mercadorias encalhadas.

Segundo Marcelo Queiroz, secretário Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, a concessão de 180 dias (seis meses) para o início do pagamento de empréstimos também vai beneficiar o grupo.

“A ideia é fazer o link entre esses pequenos produtores e as grandes redes. Não é simples. É um grande desafio, mas que vai garantir mais prazo, preço e ganho para os produtores e para a economia do Rio de Janeiro”, disse o secretário.

A secretaria estima que existam cerca de 220 mil produtores de agricultura familiar no estado, o que representa 70% de todos os produtores do Rio de Janeiro.

A expectativa é de que com a simplificação dessa cadeia – venda direta às grandes redes de supermercado – os produtores garantam melhor preço e escoamento para seus produtos.

 

Fonte G1
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.