Pague Menos expande e-commerce para 99% da sua área de atuação

0 92

A Rede de Supermercado Pague Menos inaugurou o e-commerce em janeiro deste ano com abrangência em apenas três cidades da região de atuação (Americana, Nova Odessa e Sumaré) e agora estende o sistema online para 99% das localidades onde há lojas da rede. “Tivemos que agir rapidamente na ampliação de atendimento on-line para as demais praças onde atuamos, a partir de março, e isso favoreceu um crescimento exponencial à rede, proporcionando ótimos resultados”, explica Diego Cicconato, gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da rede.

Segundo ele, o sistema de compra on-line chegará a Boituva e Arthur Nogueira até o final de agosto, abrindo inclusive exceção para cidades vizinhas de algumas praças — como é o caso de Charqueada, Águas de São Pedro e Saltinho, que estão próximas a Piracicaba, onde trabalham com e-commerce. “Nessas cidades, conseguimos programar entrega semanal, com foco em atender o consumidor dentro de um prazo que supra a sua necessidade e também os processos da logística. Para tornar isso possível, contratamos uma transportadora terceirizada para agilizar as entregas dos pedidos, que hoje gira em torno de um dia útil, prazo esse considerado excelente nestas regiões. ”

O e-commerce da Rede de Supermercado Pague Menos ampliou recentemente o sistema de compre e retire, liberando o pagamento pós-pago, que permite ao cliente pagar no recebimento ou na retirada das compras, na opção débito ou crédito. “Além disso, fizemos parceiras com aplicativos de entrega, com objetivo de oferecer maior flexibilidade e conveniência para nossos clientes”, detalha Cicconato. Ainda de acordo com ele, a rede segue a tendência do varejo de alimentos no Brasil, que regista índices elevados de crescimento nas vendas por meio do comércio eletrônico. “Essa tendência de compras on-line se demonstra irreversível — uma mudança que veio num momento difícil para todos —, mas que trouxe benefícios para nossa empresa. Com o aumento das compras via internet, atualmente o número de consumidores no nosso e-commerce só evolui dia-a-dia”, explica.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.