O que o mercado de franquias espera da Copa do Mundo

0 32

Faltando pouco mais de 150 dias para a Copa do Mundo no Brasil, obras atrasadas e problemas na organização podem atrapalhar o evento e o faturamento de quem se preparou por anos. O mercado de franquias, por exemplo, tem uma expectativa morna para o torneio. “A princípio, o impacto não é muito grande. Os baixos investimentos em infraestrutura estão impedindo estarmos em uma situação melhor”, diz Paulo Cesar Mauro, presidente da Global Franchise.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising, o faturamento do setor em 2013 deve ser de 117 bilhões de reais, com um crescimento de 14%. Os dados devem ser consolidados até o final do mês. Apesar da Copa, a ABF trabalha com uma perspectiva de crescimento menor para 2014, cerca de 12%. “Nós entendemos que vai a Copa ser muito positiva, mas o resultado ainda é uma grande incógnita”, diz Rogério Feijo, diretor de inteligência de mercado da associação.

De acordo com Feijo, o excesso de feriados e a movimentação atípica em dias de jogos podem prejudicar alguns setores. Mesmo com a possível alta nas vendas de alimentação e vestuário, outras áreas podem ter resultados piores do que em 2013. “A tendência é que tenha um fluxo de turistas e capital relevantes, o que irá ajudar as vendas do varejo. De forma geral, os setores que mais irão se beneficiar serão o de turismo e de alimentação”, diz José Carlos Fugice Jr, sócio-fundador da Goakira Consultoria Empresarial.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.