Dídio Pizza investe R$300 mil em centro de distribuição para franqueados

No mercado há mais de 20 anos, a Dídio Pizza se tornou uma das referencias em delivery de pizza em São Paulo. Com 26 lojas, um faturamento consistente na casa do R$31 milhões e 560 mil pizzas vendidas a cada ano, o sucesso, acredita o diretor da rede Elídio Biazini se deve a busca constante por inovação.

Para ter sucesso no mercado, a rede que sempre inova nos sabores e parcerias para suas pizzas, também investe em processos ao mecanizar suas cozinhas, criar CDD (Centro de Distribuição) e investir na criação de novos canais de venda como o recém lançado Chatbot.

Com investimento inicial de R$300 mil foi criado neste ano o Centro de Distribuição (CDD) da Dídio Pizza. O local funciona na unidade da Lapa, em São Paulo, e ele é responsável pelo processamento de todos os insumos dos franqueados. Todos os fornecedores entregam em um mesmo endereço, o que reduz o frete e dá uma margem maior de negociação devido ao maior volume da compra. Todo o sistema é transparente com os franqueados que pagam apenas pelos insumos. Não se comercializa produtos entre a franqueadora.

Nas cozinhas das unidades da Dídio Pizza, todos os ingredientes chegam porcionados pelo Centro e Distribuição Central que processa tudo para os franqueados. Com a iniciativa, o desperdício diminuiu em 40%. As compras são feitas conforme o movimento de cada unidade para nunca se comprar mais que o necessário.

Outro investimento em tecnologia da Didio Pizza nos últimos meses é o sistema totalmente integrado de gestão. Com um investimento de R$130 mil, a rede montou um único programa que controla desde o recebimento de mercadoria, estoque, passando pelas questões fiscais até conciliação bancaria. Com isso os franqueados têm maior controle sobre os custos, verificação em tempo real da media de preços de produtos e podem tomar suas decisões.

Conforme Elidio Biazini o sistema foi implantado há pouco meses nas unidades próprias e já apresenta índices positivos como a diminuição de tempo, maior assertividade e controle de custos.

DÍDIO PIZZA – ficha técnica
– Investimento inicial: R$ 310 mil
– Taxa de franquia (inclusa no investimento inicial): R$ 55 mil
– Capital de Giro R$ 30 mil
– Taxa de royalties 9% sobre Faturamento Bruto
– Taxa de Propaganda: 2% sobre Faturamento Bruto
– Faturamento médio mensal de uma loja: R$ 70 mil no primeiro ano
– Metragem mínima de uma loja: 85m²
– Lucratividade do franqueado: Média de 12%
– Retorno do investimento: 27 meses
– Número de funcionários media por loja: 11 funcionários
– Tempo de contrato: 4 anos

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.