Dia do Consumidor tem descontos de até 80% em smartphones, eletrodomésticos, vinhos e mais produtos

0 322

O Dia do Consumidor é comemorado nesta sexta-feira (15) em todo o país. A data pode ser sinônimo de boas compras e oportunidade de encontrar preços mais baixos. Confira algumas varejistas que estão oferecendo descontos para os clientes.

PontoFrio e Casas Bahia

A Casas Bahia e o Pontofrio têm ofertas válidas até segunda-feira (18) que podem chegar a até 80% em diversas categorias, como smartphones, TVs, móveis e eletrodomésticos nos sites e aplicativos das marcas.

Além disso, a Casas Bahia permite parcelamento em até 24 vezes com o cartão ou carnê da loja e frete grátis para as regiões Sul e Sudeste, enquanto o PontoFrio está com frete grátis para alguns produtos.

Magazine Luiza

A varejista está oferecendo descontos de até 80% pelo site e frete grátis para compras acima de R$ 99 até domingo (17). São diversos produtos em promoção incluindo eletrônicos, cama, mesa e banho, eletrodomésticos, entre outros.

Os produtos com o selo “Preço Garantido” no site da empresa terão descontos com garantia de que eles estão em seu menor preço dos últimos 30 dias.

Pão de Açúcar

O supermercado anunciou que nesta desta sexta-feira (15) e sábado estará oferecendo 50% de descontos em vinhos em todas as unidades Pão de Açúcar, Minuto Pão de Açúcar e também no site paodeacucar.com. Por exemplo, o vinho chileno tinto Santa Rita 120 Cabernet Sauvignon 750 ml de R$ 43,90 está custando R$ 26,34.

Extra

O Extra também está com ofertas com até 85% de desconto devido a data e mantém as promoções até domingo (17).

Durante o período, os consumidores poderão aproveitar descontos exclusivos, disponíveis no aplicativo para celular do programa. Além disso, clientes que possuem cartões Extra podem parcelar as compras de produtos eletroeletrônicos em até 20 vezes sem juros. As promoções são válidas nas lojas Extra Hiper, Extra Super, Mini Extra, Mercado Extra e no e-commerce da marca.

Americanas.com, Submarino e Shoptime

As empresas da B2W também vão oferecer algumas ofertas para a data. A Lojas Americanas e Americanas.com promoverão o “Saldão do Consumidor” nas mais de 1.360 lojas em todo o país e no site até a próxima segunda-feira (18).

Os consumidores terão descontos de até 80% e frete grátis em diversos produtos. Quem efetuar o pagamento da compra com o aplicativo Ame Digital receberá até 30% do valor do produto de volta (cashback). O dinheiro devolvido ficará no app para compras futuras.

Já a Shoptime tem descontos de até 70% de desconto até domingo (17) no site, TV e aplicativo. Além disso, terão até 50% do valor dos itens adquiridos de volta para utilizarem o Ame Digital.

O Submarino tem ofertas exclusivas no app também até domingo (17). São descontos de até 80%, e se os clientes pagarem com o Ame Digital têm até 20%. Os destaques são smartphones, TVs, notebooks, livros, games e produtos da categoria esporte. Por exemplo, o Play Station 4 com o novo jogo Fifa 19 baixou de R$ 2.600 para R$ 2079,99.

Amazon

A Amazon Brasil está com descontos de até 80% em eletrônicos, acessórios, livros, e e-books.

Carrefour

O Carrefour está oferecendo descontos de até 70% em diversos produtos e parcelamento em até 15 vezes no cartão do hipermercado. Itens como computadores, smartphones, eletrodomésticos e outros estão na lista de descontos.

Walmart

O Walmart está oferecendo descontos de até 50% até 17 de março, com possibilidade de parcelamento em até 10x sem juros. Nesta sexta-feira (15), os destaques são o Samsung Galaxy J6 Plus, por R$ 999,00; o notebook Dell i15-3567-AP10 com Windows 10, por R$ 1.999,00; a smartTV 49’’ LG, por R$ 1.699,00; e a lavadora Electrolux LAC12, por R$ 1.299,00.

Os destaques de amanhã são o Samsung Galaxy J6 Plus, por R$ 999,00; o notebook Dell i15-3567-AP10 com Windows 10, por R$ 1.999,00; a smartTV 49’’ LG, por R$ 1.699,00; e a lavadora Electrolux LAC12, por R$ 1.299,00.

Como se proteger

Embora algumas opções sejam tentadoras é importante ficar atento para não cair em golpes, ou sofrer eventuais prejuízos. Em entrevista ao InfoMoney, Leandro Reimberg, advogado especialista em direito do consumidor do escritório Machado Rodante Advocacia, explica que em suma quando se trata de e-commerce, todas as informações sobre o produto e o fornecedor devem estar destacadas no site.

“Informações como nome, CNPJ, endereço fixo e espaço para reclamações [SAC] devem aparecer claros e objetivos nos sites”, diz. El indica também que os consumidores sempre busquem a reputação dos sites e estabelecimentos que forem comprar, para comprar em lojas de confiança.

Além disso, ele explica que o consumidor tem direito de arrependimento de até 7 dias. Ou seja, se comprar o produto e, por algum motivo, quiser devolver, não poderá ser cobrado qualquer custo dentro desse prazo: deve receber de volta integralmente o que pagou. “É dever do fornecedor fazer o estorno do valor”, explica Reimberg. Vale reiterar que essa regra não vale para compras feitas diretamente em lojas físicas.

Outra ponto é a questão do frete. Segundo Reimberg, “o frete não deve ter valor diferenciado por conta de horários. “O fornecedor deve deixar claro os horários disponíveis de entrega e cumprir com o que foi definido dentro do período estabelecido. Não pode ter acréscimo em relação a isso”, diz o advogado.

Sobre garantias, ele explica que é obrigatório ter garantia de até 30 dias para bens não duráveis, como alimentos e produtos de limpeza, e de 90 dias para bens duráveis, como eletrodomésticos.

“Além disso, há a garantia contratual, quando o site fornece de forma clara um contrato que o cliente tem que concordar para ter alguma garantia diferenciada diferente do estabelecido, sem custos adicionais. E também pode ter uma garantia estendida, quando a garantia pode chegar até 1 anos, mas nesse caso o fornecedor pode cobrar a mais, desde que esteja claro durante o processo. Por isso é preciso prestar atenção quando for fechar a compra”, diz.

O advogado explica ainda que o site tem a obrigação de oferecer diferentes meios de pagamentos, como cartão de crédito e boleto bancário ou cartão de débito. “O site deve obrigatoriamente direcionar o cliente para uma área específica de pagamento. Sempre se atente na barra acima da página para conferir se o ambiente é seguro”, explica.

Reimberg lembra que é importante avaliar a necessidade de comprar o produto. “Muitas pessoas compram por impulso, e às vezes, acabam tendo prejuízos sem ter a necessidade. Se você realmente precisa do produto, busque informações sobre ele e pesquise os preços antes de fechar a compra”, orienta.

Todas as violações que o consumidor eventualmente se deparar devem ser reclamadas, primeiramente, com o fornecedor do site, na área de SAC, segundo o advogado.

“O e-commerce tem a obrigação de responder em 5 dias no máximo, dando opção de trocar o produto por um similar, abater o valor em relação ao defeito ou devolver o valor”, explica. Se o fornecedor não responder, o consumidor deve levar o caso para o Procon. Se mesmo assim não tiver nenhum resultado, passa a acionar o setor jurídico com a ajuda de um advogado especialista.

Fonte InfoMoney
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.