Como transformar seu negócio em uma rede de franquias

0 48

Nenhum negócio nasce destinado a ser pequeno. Por mais que seja uma barraca de coco na praia, certamente o dono tem liberdade de fazer esse empreendimento crescer, aumentando o número de barracas, o número de clientes e o número de gerentes para atender mais praias com sombra e água de coco gelada.

Seria isso uma franquia? Bem próximo disso! A expansão do seu negócio não precisa ser um esforço exclusivamente seu. Com um modelo de franquias, ou seja, com a ajuda de outros empreendedores que compartilham do seu sonho, sua empresa pode expandir rapidamente. E se a oportunidade bate à sua porta, como aproveitá-la?

Vantagens de crescer por franquias

É fato que a maioria dos empreendimentos de pequeno porte não tem condições de crescer apenas com recursos próprios, mas, contando com franqueados comprometidos e provendo um bom suporte, você pode ver o sonho de ser grande se realizar em bem menos tempo.

Em um modelo de franquias, muitos dos custos são arcados pelo franqueado ou divididos entre vocês, da locação de espaço ao marketing.

Com um volume maior de compras, você pode também negociar melhores preços com os fornecedores e repassar essas vantagens às suas franquias, atraindo mais clientes e se tornando mais competitivo no mercado.

Optar pela expansão sendo um franqueador também pode trazer maior tranquilidade para que você possa administrar seu negócio com qualidade, já que você não conta apenas com funcionários contratados, mas com empreendedores.

Seus franqueados também são donos do seu negócio – eles investiram tempo e dinheiro na franquia, são comprometidos com os resultados e estão espalhados pelo país. Com custos e responsabilidades compartilhados, você cresce de maneira planejada, agregando novos franqueados à medida que o seu negócio vai se consolidando.

Mas lembre-se: apesar do capital investido ser menor, sua atenção deve ser redobrada em relação à cultura organizacional, à qualidade dos produtos/serviços, atendimento e também à marca, que deve permanecer sempre a mesma, transmitindo os mesmos valores onde quer que esteja.

O papel do franqueador

Não é segredo para ninguém e aqui na Endeavor sempre falamos isso, planejamento é essencial para que você possa expandir seu empreendimento e transformá-lo em uma rede de franquias. Mas você acha que é só vender a franquia e lavar as mãos?

Para que você tenha uma imagem forte no mercado e conquiste a credibilidade que a sua rede de franquias precisa para crescer cada vez mais, é importante ter objetivos bem estabelecidos para a expansão do seu negócio e cumprir um papel ativo de acompanhamento das franquias. Suas responsabilidades são de:

– Listar as políticas, padrões e processos do negócio que devem ser seguidos por todos os franqueados, quanto à abertura, operação e gestão das franquias. Por exemplo, se na sua loja há uma política de trocas e devoluções após um período X, a franquia de sua loja não pode estabelecer um período Y. Estas normas devem ser passadas muito claramente desde o início.

– Realizar o recrutamento e a seleção dos franqueados de acordo com critérios previamente estabelecidos, seja quanto a perfil ou quanto a características geográficas, por exemplo.

– Promover a capacitação dos franqueados e suas equipes, presencialmente ou à distância, com manuais ou outros materiais, para dar aos franqueados as maiores chances possiveis de sucesso.

– Ter um time fixo que se dedique a orientar e assessorar os franqueados quanto ao cumprimento dos padrões, quanto a iniciativas promovidas pela franqueadora ou mesmo quanto a planos de ações para impulsionar resultados. Você e este time também devem fazer avaliação de desempenho e monitorar sempre a rede de franquias, para garantir que elas atendam às expectativas.

– Colher e difundir conhecimentos com potencial de agregar valor à rede de franquias, incluindo melhores práticas da rede e benchmarking de outras empresas, concorrentes ou não.

– Fornecer meios de integração e interação entre os franqueados, como plataformas online ou encontros presenciais, de forma que possam compartilhar experiências que tornem o grupo todo mais produtivo. Fonte: Endeavor

Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.