Com o consumidor cada vez mais multicanal, e-commerce alimentar ganha relevância

0 83

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o comércio eletrônico deve atingir um volume de vendas de R$ 79,9 bilhões em 2019, crescimento estimado de 16% na comparação com o ano passado. O e-commerce alimentar tem um grande potencial para aumentar a sua participação nesse avanço.

Os clientes das lojas físicas do Extra e do Pão de Açúcar que passam a realizar compras também no ambiente digital crescem 40% em faturamento e gastam duas vezes mais do que o consumidor que frequenta apenas as lojas físicas. Complementando o cenário, a quantidade de pedidos realizados nos sites das redes cresceram 85% no primeiro quadrimestre (janeiro a abril) deste ano, na comparação com o mesmo período de 2018. Adicionalmente, a cesta de compras do cliente do e-commerce alimentar é seis vezes maior do que a da loja física e o ticket médio é cinco vezes mais alto.

Com o consumidor cada vez mais multicanal e buscando serviços que agilizem e facilitem a rotina das compras de supermercados, as modalidades de entrega do e-commerce alimentar passam a ser um grande diferencial na decisão de qual marca escolher. No GPA, 38% dos clientes que compram nos sites do Extra e do Pão de Açúcar já optam pelo express, que entrega em até quatro horas e apresentou crescimento expressivo de 129% no primeiro trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já 47% escolhem receber de forma programada, no dia seguinte. O Clique e Retira, no qual o cliente faz a compra no site e retira em uma loja de sua escolha, representa 8% e está em avanço acelerado, comprovado pelo crescimento de 88% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2018.

Outro case que simboliza o crescimento e consolidação do e-commerce no GPA é a plataforma do Pão de Açúcar Adega, lançada em dezembro de 2018 e que contempla um e-commerce especializado em bebidas com entrega em todo o País e uma loja física em São Paulo. Com a operação, no primeiro trimestre de 2019 as vendas em vinhos do Pão de Açúcar dobraram, na comparação com os últimos três meses do ano passado. O objetivo é que a comercialização online de rótulos represente 10% das vendas da categoria, dobrando os resultados até o fim deste ano.

“A evolução do e-commerce alimentar do GPA está apoiada, principalmente, no profundo conhecimento que temos do comportamento de compra dos nossos clientes. Contamos com uma base de quase 20 milhões de consumidores cadastrados nos nossos programas de fidelidade, sendo que 9 milhões destes já são ativos nos super aplicativos do Clube Extra e Pão de Açúcar Mais. A partir dessa relação conseguimos direcionar a nossa atuação para o que é mais prático e agrega mais valor tanto para a experiência de compra dos clientes, quanto para o desempenho do nosso negócio”, explica Rodrigo Pimentel, Diretor de E-commerce Alimentar do GPA.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.