5 dicas para deixar sua loja mais atrativa

0 44
egundo pesquisa divulgada pela POPAI (Point of Purchase Advertising International) Brasil em 2014, a aparência da loja é responsável por 83% das decisões de compra. Refletir no espaço comercial a identidade da marca é uma das características que valorizam o ambiente. Para deixar o negócio atraente ao consumidor e com a cara da empresa, a arquiteta Priscila Nunes, sócia-fundadora da Project Plan, listou cinco dicas:
1. Vitrines causam a primeira impressão
Ter uma loja em que a vitrine acumula poeira e é mal organizada reduz as chances de venda. “A primeira coisa que o cliente vê é a vitrine, por isso a dica é usar o espaço com cautela, sem expor produtos demais”, afirma Priscila. Se a entrada é pequena, a preferência deve ser dada ao acesso dos clientes, ampliando a porta de entrada e transformando o interior da loja em uma grande vitrine.
2. Acabamento e decoração refletem a identidade da marca
Antes de decidir quais materiais de acabamento e objetos decorativos serão utilizados na loja, é importante considerar o produto que será vendido, o perfil do cliente e a identidade da marca. “Uma empresa que trabalha com artigos e serviços de baixo custo, por exemplo, deve abusar de formicas e madeira. Já para quem atua em um segmento sofisticado são indicados materiais nobres como mármore e granito, combinando com elementos leves como o vidro e o aço inox”, exemplifica Priscila.
3. Dosar as cores evita erros de combinação
Erros muito comuns em se tratando de cores são: utilizar tons fortes, divergentes da marca e aplicá-los em espaços fechados. “A dica é mesclar cores neutras – como branco, cinza e bege – com as que representam a identidade da marca. Deve-se ponderar na utilização dos tons fortes para não diminuir os espaços”, explica a arquiteta.
4. A organização dos produtos amplia o espaço
Corredores apertados, produtos empilhados e ambiente desorganizado são alguns dos problemas mais frequentes em lojas de varejo. Segundo Priscila, mais importante que encher as prateleiras e vitrines é oferecer um ambiente confortável aos clientes e funcionários. “A circulação deve ser pensada para que as pessoas transitem tranquilamente sem ficar esbarrando nas coisas e sentindo-se oprimidas”, recomenda.
5. Lojas confortáveis vendem mais
Ter um espaço comercial projetado para o conforto dos consumidores traz mais seriedade à marca e aumenta as chances de concluir a venda. Fatores como climatização, iluminação, acessibilidade, lugares para sentar e os tradicionais cafezinho e água valorizam o ambiente. Os banheiros, além de respeitarem normas da vigilância sanitária, devem ser projetados para facilitar sua limpeza e manutenção, transmitindo sempre aspecto de novo.
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.