O que fica proibido na fase emergencial do plano de combate ao coronavírus de SP

0 1.184

O  governador de São Paulo, João Doria, anunciou na quinta-feira (dia 11) que o estado entrará na “fase emergencial”, ainda mais rígida que a vermelha nas restrições à circulação, no período de 15 a 30 de março. Nessa fase, atividades que estavam permitidas na vermelha ficam proibidas de funcionar – caso das lojas de material de construção.

Serviços de clique e retire oferecidos por supermercados, shoppings, varejistas não poderão funcionar nessa fase. Na pandemia, esse tipo de atividade cresceu muito e impulsionou o e-commerce.

Veja o que fica proibido na fase emergencial
  • Atividades religiosas, como missas e cultos – igrejas permanecem abertas para atendimentos individuais.
  • Campeonatos esportivos profissionais
  • Lojas de material de construção não poderão abrir
  • Trabalho presencial para todas atividades administrativas não essenciais
  • Retirada no local em comércios e restaurantes – só poderão operar delivery (24h) ou drive-thru (das 5h às 20h)
  • Parques e praias

 

No anúncio da nova fase, o governo fez uma série de recomendações:
  • Escalonamento do horário de entrada de funcionários da indústria (5h-7h), serviços (7h-9h) e comércio (9h-11h)
  • Uso de máscara em ambientes internos
Fonte 6 Minutos
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.