Savegnago investe em sistema de distribuição

0 68

A rede de Supermercados Savegnago, com sede em Sertãozinho, interior de São Paulo, identificou uma oportunidade de melhorar o sistema de distribuição de seu Centro de Distribuição (CD), com 25 mil metros quadrados,  localizado em Ribeirão Preto. A rede conta com 32 supermercados, quatro postos de combustíveis e um CD. 

“Precisávamos obter ganhos de produtividade no processo de recebimento e expedição de produtos para nossas lojas. Investir em TI traz benefícios, escala, inovação e  vantagem competitiva. Isso nos diferencia em relação à concorrência”, afirma o gerente de logística da Savegnago, Celso de Oliveira.

Foram destinados R$ 3 milhões no novo modelo de distribuição, o Sorter, um sistema automatizado de classificação e separação de produtos. O projeto foi desenvolvido em parceria com a Consinco,  empresa nacional de software de gestão corporativa para empresas varejistas, atacadistas e distribuidoras.

Oliveira conta que antes do Sorter o tempo de entrega de um produto nas lojas era realizado em até 24 horas a partir da data do pedido. Hoje, esse tempo foi reduzido. “Conseguimos entregar os produtos em qualquer uma das nossas unidades em no máximo seis horas. Em 18 meses, acreditamos que será possível ter o retorno do investimento”, conta o gerente.

Até o ano passado o processo de recebimento e expedição de produtos no CD era realizado em 11 etapas. Atualmente, isso caiu para quatro etapas. Os produtos saem dos caminhões e logo chegam as esteiras. O sistema faz a separação de forma automatizada e rapidamente as mercadorias seguem para um dos 38 caminhões que compõem a frota da companhia. 

Economia em transportes

Com o novo sistema de transporte, a Rede Savegnago reduziu em 20% os gastos com transportes de mercadorias. “Agora estamos levando mais mercadorias nos caminhões, que rodam menos quilômetros e, por consequência, gastam menos combustível”, explica Oliveira.

O diretor comercial da Rede Savegnago, José Sarrassini,  ressalta que foram reduzidas as perdas nos produtos e que as mercadorias passam menos tempos armazenadas, o que se traduz em redução de estoques.

Todos esses ganhos vão possibilitar o aumento no número de lojas, que deve aumentar de 32 para 40 unidades até 2016. “A tendência é de que tenhamos, em breve, um segundo CD”, revela Sarrassini.

Treinamento

Houve remanejamento de 15% no quadro de colaboradores do CD, sem a necessidade de demissões. “Nós realocamos o pessoal para outras atividades”. 

Registramos queda no nível de absenteísmo. Todos receberam muito bem as mudanças. Inovação não é só investir em logística. Isso é parte do negócio. É preciso investir em TI, nas pessoas e em treinamento. Essa é a conjunção para que tudo dê certo”, afirma Oliveira.

Os resultados positivos com a implantação do novo sistema puderam ser vistos no volume de operações mensais da empresa, que saltou de 13 mil para 21 mil.

Integração de informações

O sistema Sorter é responsável pela geração das quantidades a distribuir, recebimento dos produtos, impressão das etiquetas de distribuição, destinação dos produtos, conferência dos volumes, geração de nota fiscal eletrônica e ainda pela gestão das atividades de todos os operadores envolvidos no processo.

O Sorter apoia a gestão de toda a operação da rede. Desde a compra de produtos, passando pelo recebimento, distribuição, abastecimento das lojas, precificação e acompanhamento das vendas, além da gestão das áreas financeira, patrimonial, contábil e fiscal, incluindo a geração dos SPED´s (Sistema Público de Escrituração Digital).



Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.