O que mudou do IPhone 5 para o 5S

0 44

Devido ao mercado em que atua, Júlio Fábio Chagas – diretor de Estratégia e Marketing da MC1 – Mobile Done Right – é questionado com alguma frequência por clientes sobre qual o melhor smartphone que eles deveriam comprar. “Invariavelmente minha resposta se inicia com uma outra pergunta: Que tipo de experiência você procura ? E é exatamente com esse ponto de vista que escrevo um pouco sobre o novo iPhone5S. Qual novo tipo de experiência o usuário terá com esse novo modelo? Posso resumir em: mais segurança, tudo mais rápido, mais detalhes de imagens e efeitos visuais, maior tempo sem procurar por uma tomada para recarregar, melhores fotos em ambientes menos propícios, vídeos em câmera lenta para não perder detalhes do momento”, explica.  

Confira os novos itens do produto:

·         TouchID: Mais segurança de acesso, na ponta de seus dedos. Sua digital é sua senha. Mais fácil e eficiente que o autenticador de dois fatores.

 ·         A7 com 64-bits: Duas vezes mais velocidade com esse processador. Porém, à medida que as aplicações forem portadas para o novo iOS SDK, utilizando de maneira mais eficiente os recursos de hardware e do sistema operacional, a sensação de ganho de performance tende a ser maior. E o mais importante para os usuários que não podem ficar sem o smartphone: Mesmo com maior poder de processamento, não houve impacto no consumo da bateria, a qual foi reformulada aumentando de 8horas para até 10horas de uso. As vantagens do novo processador de gráficos serão percebidas nos novos games e aplicações desenvolvidas, também, utilizando das novas bibliotecas gráficas e novas funções dessa unidade de processamento.

 ·         M7: Movimento e Contexto. Suas experiências de movimento capturadas em tempo real por um novo co-processador, específico para esta finalidade, permitindo novos níveis de realidade aumentada e interações com as aplicações. Agora é possível perceber com maior velocidade e exatidão o tipo de contexto do usuário a partir de variações de movimento, velocidade e localização. Se você é um praticante de corridas ou caminhadas, com certeza novas experiências serão adicionadas às suas aplicações de monitoramento, com menor impacto no consumo da bateria.

·          Nova câmera: Sensor de imagem 15% maior relativo ao modelo anterior, pixels maiores e abertura de f/2.2. O resultado? Maior quantidade de luz captada na imagem. 

·         Dois LEDs para fash ao invés de um: 1 branco e outro amarelo, que combinados automaticamente, definem a melhor iluminação para a foto.

O ponto negativo, mas graças aos padrões de frequência LTE no Brasil, os modelos vendidos no exterior continuam incompatíveis aqui, mesmo com 13 diferentes versões de frequência nativas do aparelho (em diferentes modelos por região). 

As desvantagens continuam as mesmas das versões anteriores, sem Jailbrake:

·         download de apps apenas da iTunes Store;

·         nada de expansão de memória, interna ou externa;

·         nada de transferir conteúdo via bluetooth com outros celulares não iPhone 5 ou superior;

Para quem já é usuário da plataforma, os benefícios compensam o valor do equipamento. Mas prefiro sempre definir como benefício, o conjunto total da experiência do iPhone + iTunes + Serviços Apple.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.