Microsoft compra plataforma GitHub por US$ 7,5 bilhões

0 187

A Microsoft anunciou na segunda-feira, 4, a compra do GitHub, uma plataforma de compartilhamento de códigos que está no centro do mundo dos softwares, por US$ 7,5 bilhões. O negócio acompanha a estratégia da gigante de tecnologia de aumentar a sua influência entre os desenvolvedores de software.

A agência de notícias Bloomberg já havia anunciado no último domingo, 3, que a Microsoft estava decidida a comprar o GitHub, de acordo com fontes que acompanharam a questão.

O GitHub é uma central de programas de computador que funciona como um repositório de códigos e tem mais de 28 milhões de usuários. Gigantes da tecnologia como Apple, Amazon e Google usam o GitHub para hospedar seus projetos, documentos e códigos na nuvem. Em 2015, a companhia foi avaliada em US$ 2 bilhões.

A Microsoft é uma das maiores contribuidoras da plataforma. “A Microsoft é uma companhia voltada ao desenvolvedor e, ao unir forças com o GitHub, nós fortalecemos nosso compromisso com a liberdade, a abertura e a inovação dos desenvolvedores”, disse, em nota, o presidente executivo da Microsoft Satya Nadella. Ele que assumiu a gigante da tecnologia em 2014 e, desde então, investe cada vez mais em softwares de código aberto.

Mudanças

O GitHub vai operar de forma independente, segundo o Microsoft. Mas mudanças já foram anunciadas: Chris Wanstrath deixará o cargo de presidente da empresa, e Nat Friedman, um executivo da Microsoft, assumirá o comando da plataforma. Wanstrath vai fazer parte da equipe técnica na Microsoft.

Há algum tempo o GitHub convive com prejuízos e tenta encontrar um novo presidente executivo. De acordo com a Bloomberg, a empresa preferiu vender a empresa para Microsoft porque ficou impressionada com o trabalho de Satya Nadella.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.