Festa Junina: empresas de amendoim esperam crescimento

0 60

É tempo de quadrilhas, fogueiras e comidas típicas! A Festa Junina está chegando e, para uma comemoração saborosa garantida, a produção de doces e salgados à base de amendoim está aquecida. Para atender a demanda, as indústrias de amendoim esperam produzir mais e aumentar as vendas em até 15%.

A Santa Helena aposta em recentes novidades, como a Paçoquita Mini Esportes e a Paçoquita Mini. A marca espera crescer 15% e ainda afirma que os eventos juninos para comemorar o Dia de São João representam 30% das vendas no segmento de doce do ano todo. Já as vendas da Agtal, marca da Enova Foods, e da Malta, no ano passado, cresceram 6,8% e 40%, respectivamente, e para 2016 acreditam num aumento de 10% em comparação a 2015.

“A data, que é sinônimo de amendoim, é a que mais aquece as vendas do setor. A leguminosa é um produto genuinamente brasileiro e que, segundo pesquisa do IBOPE encomendada pela ABICAB, é altamente consumida em ocasiões de alegria e confraternização”, afirma André Guedes, vice-presidente de Amendoim da ABICAB.

Preferência – Pesquisa Datafolha encomendada recentemente pela ABICAB revela que a paçoca prensada e o pé de moleque são consumidos por 57% e 48% dos adultos, respectivamente. O ranking segue para o amendoim salgado sem pele, que é consumido por 42% dos adultos, e para a versão salgada com pele, por 35%. “Temos uma forte tradição de festa de São João em todo o País, então é natural que quitutes tão saborosos e que fazem parte da nossa história há tanto tempo permaneçam entre os campeões de consumo”, observa Guedes. O “efeito festa junina” também acontece na faixa etária de 4 a 15 anos: a paçoca prensada é a preferida de 60% de crianças e adolescentes, seguida pelo pé de moleque (46%), amendoim com cobertura doce (29%) e amendoim com cobertura de chocolate (28%).

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.