Loggi planeja ampliar limites para entrega de móveis e eletrodomésticos

0 57

A Loggi estuda ampliar o limite de tamanho dos objetos em suas entregas. No momento, a empresa trabalha com mercadorias com dimensões de até 50x50x50, ou até 30kg, que é o tamanho do baú da moto, mas também já realiza entregas de objetos maiores, como cadeiras, televisores, contanto que tenham até 1,05×1,05×1,05.

“Queremos conectar todo o Brasil e poder entregar de tudo para todos. Inclusive a linha marrom, que são os móveis, e a linha branca, ou os eletrodomésticos. Mas ainda é um sonho distante”, disse o vice-presidente de expansão da Loggi, Ariel Herszenhorn, ao Mobile Time.

A demanda de entregas para o comércio eletrônico vem crescendo bastante na Loggi durante a pandemia, o que compensa a redução no volume de entregas de documentos. O aumento do limite de tamanho dos objetos permitirá ampliar o atendimento a essa nova demanda.

Expansão da Loggi

Atualmente, a Loggi está presente em todos os estados e tem como meta entrar em mais mil cidades. As aberturas estão concentradas nos estados do sul do país, nordeste e centro-oeste. Boa parte dessa expansão acontece por meio de parcerias, ou, como são chamadas de “operação leve”. São empresas de transporte que fazem as entregas a partir da estrutura da Loggi.

Ainda segundo Herszenhorn, a Loggi conta com diferentes modelos operacionais e a definição de qual será implementado varia de acordo com as especificidades de cada região no momento de escolha de como atender a população com entregas.

A pandemia do novo coronavírus freou um pouco o ritmo de expansão entre abril e maio, mas a velocidade deve ser retomada ao longo do resto do ano de forma que a meta de quantidade de cidades cobertas seja cumprida até dezembro ou no começo de 2021.

Fonte e-commerce brasil
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.