Crise leva 51 mil pessoas para setor de venda direta

0 43

O número de brasileiros que trabalham com vendas diretas aumentou em 51 mil em um ano, seis vezes mais do que a quantidade de vagas criadas no comércio nacional no período. Os revendedores de marcas já somam 4,4 milhões no Brasil. Os dados são do IBGE e da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (Abevd).

Veja também: Yoshiaki Shinagawa fala sobre venda direta | Direto da Redação

Empresas que atuam com venda direta no Brasil, Avon, Natura e Herbalife, afirmam que a procura de pessoas afetadas pela crise tem aumentado nos últimos meses. Esse movimento acontece em um momento atípico para o setor: as vendas diretas, que costumam não sofrer com crises, tiveram retração de 2,7% no volume de negócios em um ano. Ele sofre com a queda no mercado de higiene pessoal e beleza, que corresponde por boa parte dos revendedores do país e registrou o primeiro recuo em 23 anos em 2015.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.