As lições de Jeff Bezos e Elon Musk para uma liderança inovadora

0 284

Embora sejam vistos como os executivos mais controversos do mundo da tecnologia, Elon Musk e Jeff Bezos são reconhecidos por criar e liderar organizações inovadoras com missões extremamente ousadas. Bezos lidera a Amazon e a Blue Origin, empresa espacial que quer realizar missões espaciais na lua. Elon Musk lidera a Tesla e a SpaceX, outra empresa espacial com a missão de colonizar Marte.

A Forbes analisou o perfil dos dois executivos para descobrir seus estilos de liderança e como eles contribuíram para torná-los entre os líderes mais inovadores da América – juntos, eles comandam cerca de US$ 1 trilhão, em valor de mercado. Confira as principais características:

Cliente em primeiro lugar X tecnologia em primeiro lugar

Jeff Bezos criou um processo de inovação na Amazon chamado “trabalhando para trás’, que usa como ponto de partida as necessidades do cliente e depois faz um caminho reverso para descobrir como inovar para atender melhor suas necessidades. O método busca resolver as incertezas em torno das preferências do usuário.

Já Elon Musk foca primeiro na tecnologia. Trabalha para oferecer soluções que nem os próprios consumidores sabem que precisam ainda. Assim, Musk escolhe o que ele considera um grande problema não resolvido, devido a restrições da tecnologia, e se concentra nesses desafios, mesmo que a tecnologia não tenha sido desenvolvida completamente.

Expressando visões diferentes
Jeff Bezos

Musk e Bezos diferem drasticamente na maneira como comunicam seus objetivos. O CEO da SpaceX costuma expressar abertamente os objetivos elevados de seus empreendimentos — ao contrário de Bezos, que tende a ser mais reservado. Isso tem a ver, novamente, com os caminhos diferentes que escolheram para inovar. Para evitar concorrentes, Jeff Bezos não anuncia um produto antes de seu lançamento. Já Musk prefere fazer anúncios ousados para atrair a atenção do público e futuros clientes.

Ao lançar a SpaceX em 2002, Elon Musk disse que a empresa revolucionaria a tecnologia espacial, estimando até mesmo o custo de levar um passageiro a Marte. Dois anos antes, Bezos lançou discretamente a Blue Origin, sem anúncios públicos ousados.

Planejamento X saltos ousados

Ao lançar a Blue Origin, Jeff Bezos disse que a empresa “estava comprometida com semear a presença humana duradoura no espaço”, e que a empresa “perseguirá esse objetivo pacientemente, passo a passo”. Quando lançou a Tesla, Musk pareceu mais impaciente e interessado em grandes descobertas. “Nosso objetivo é acelerar o advento do transporte sustentável, trazendo carros elétricos atraentes para o mercado massivo o mais rápido possível”, afirmou Musk. Embora sejam diferentes na maneira como descrevem seus objetivos, ambos são focados em solucionar grandes problemas em experimentos menores e testáveis.

Delegação e empoderamento de funcionários

Jeff Bezos é conhecido por ser o último a falar em reuniões. Prefere ouvir o que os outros têm a dizer, sem influenciá-los. Também deixa funcionários tentarem ideias diferentes das dele. Assim, delega e capacita os funcionários a experimentar e correr riscos.

Agora, se você quer convencer Elon Musk de algo, mostre-o através da lógica e da análise. A exigência de Musk resulta em metas desafiadoras para os funcionários e um intenso monitoramento por parte do executivo.

Jeff Bezos lidera por pequenas etapas para obter os resultados e a credibilidade esperada para fazer coisas novas. Trata-se de uma construção lenta de reputação por meio de experimentos que resultaram em um desempenho sólido e orientado a dados.

Elon Musk adota uma abordagem de alto risco e pensamentos visionários para conseguir apoio em suas ideias. “Depois de tornar pública suas visões ousadas, ele atrai capital humano e financeiro para seus empreendimentos”, disse Sterling Anderson, ex-chefe do programa de piloto automático da Tesla e cofundador da Aurora, startup de carros autônomos.

Fonte Época Negócios
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.