5 mentiras sobre a procrastinação

0 573

“Depois eu faço. Pode ser amanhã? Eu começo quando sobrar um tempinho”. Essas são algumas frases da procrastinação — um dos hábitos mais comuns entre as pessoas. Mas acredite: ela não é tão malvada quanto dizem. De acordo com o artigo publicado pela revista Fast Company, muitos conselhos sobre o tema são infecundos — adiar as tarefas tem o seu lado positivo. E para usá-la a seu favor, confira cinco comentários que você não deve acreditar:

1. É um mau hábito. Livre-se da procrastinação

Nada disso. De acordo com Frank Partnoy, autor de Wait: The Art Of Science And Delay, adiar as tarefas pendentes é fundamental para criar um senso crítico. “A verdadeira sabedoria e julgamento vêm da procrastinação — do pensamento futuro”, escreveu Partnoy.

Além disso, o hábito é uma boa técnica de gerenciamento. Para o professor de psicologia, Art Markman, não solucionar os problemas da equipe de forma rápida, por exemplo, faz com que os funcionários sejam mais proativos — e aprendam a resolver as demandas. Com o tempo, todos vão ganhar: o gestor e o time.

2. Ser rápido é melhor do que procrastinar

Um estudo feito, em 2014, pela Universidade Estadual da Pensilvânia, descobriu que as pessoas ágeis não sabem lidar com interrupções — o que é um problema e o torna mais lento do que o procrastinador. Por exemplo, se eles estão concluindo um relatório e um cliente telefona, ele não consegue interagir, porque a mente está focada em terminar a pesquisa. Já o procrastinador, tem um desempenho melhor nas duas tarefas, porque adia uma para focar em outra.

3. Estipule prazos. É a maneira mais eficaz de vencer a procrastinação

Esse é um conselho comum. No entanto, nem sempre é eficaz. Pesquisas mostram que pode prejudicar o desempenho e a qualidade do trabalho. Afinal, você não se torna disciplinado ou tem força de vontade com prazo curto. Uma boa dica é encontrar maneiras de tornar agradável uma tarefa que é chata, para você realmente desar fazer mais rápido.

4. É um problema de gerenciamento de tempo

Mito. Na raiz, a procrastinação é sobre emoções e gerenciamento de humor. Pense nisso: você adia a tarefa por causa dos sentimentos desagradáveis ​​que associa a ela; portanto, opta por fazer algo que o faça se sentir bem (como rolar o feed do Instagram ou assistir a vídeos de gatos no YouTube). A chave para combater a procrastinação é entender por quê você quer adiar.

5. A procrastinação diminui o seu desempenho no trabalho

Ao contrário: pode torná-lo mais eficiente. “Resolver problemas difíceis é desgastante para a memória. Você precisa extrair informações de suas experiências para encontrar uma boa solução. Então, é provável que, se você não está progredindo, na verdade não está recuperando nada que seja útil”, afirma Markman. Ou seja, quando você procrastina e faz outra coisa, está dando tempo ao cérebro para processar e fazer novas conexões.

Fonte Época Negócios
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.