É dono de atacado? veja dicas para digitalizar sua operação de B2B

0 206

Com o isolamento social, as pessoas passaram a gastar mais com supermercado do que comendo fora, o que aumentou as possibilidades de vendas no setor atacadista, em especial no B2B. Porém, nem todos os estabelecimentos sabem como digitalizar a operação offline, como explicou João Castro Destro, fundador e CEO da Destro Brasil, durante a Conferência E-Commerce Brasil Paraná, na terça-feira (22).

O empresário conta que a operação digital do Destro Brasil começou em 2015, quando decidiram criar um e-commerce. E agora com a Covid-19, o setor cresceu exponencialmente. “O setor de varejo alimentar registrou crescimento de 20% na pandemia porque todo o consumo fora de casa migrou para dentro da residência. Elas precisam abastecer a despensa com o supermercado que, por sua vez, se abastece dos atacadistas”, exemplifica.

Não exclua o vendedor da operação

Um fator sensível às questões de digitalização de atacadistas é a figura do vendedor. Para Destro, é importante não excluir o vendedor desse processo e, inclusive, incluí-lo na operação de e-commerce, seja por meio de comissão ou bônus, como no caso de vendas por telefone.

“Por isso tem que escolher uma plataforma acessível que não impacte no custo de venda e, consequentemente, na comissão do vendedor. Tem que pensar no vendedor se transformando ao longo do tempo, ao invés de atender 50 clientes, ele possa atender 500”, afirma Destro.

Processos no B2B

Antes de tudo, desenhe os processos, aconselha Destro: “Não dá para sair correndo porque é muita coisa e envolve muitas áreas. Cuidado com o método ágil se a sua empresa não for ágil”. Veja outras dicas do especialista:

Digitalizar processos físicos: “Se você não responder um e-mail de um cliente, ele será um cliente mal atendido que não voltará”.
Novos meios de pagamento: “No nosso caso, nem sequer tínhamos pagamentos antecipados com cartão de crédito. Tivemos que recriar os processos financeiros”, lembra.

Preparar a base desde já: “Árvore metodológica, fotos, composição, dicas, usos. Tudo isso vai melhorar seu SEO”, afirma.

Motor de promoção

Um dos maiores desafios do B2B é fazer promoções no e-commerce, segundo Destro, mas ela dá uma dica para contornar a situação: “Você pode colocar diversos produtos juntos de uma mesma marca e dar um desconto”, afirma.

Caminho infeliz

Para o empresário, outro fator que deve estar sempre em mente na operação B2B é o “caminho infeliz”. “As coisas dão errado, e isso é o caminho infeliz. Por isso tem que pensar no que pode acontecer de errado”, esclarece.

 

Fonte e-commerce brasil
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.