Preços de materiais de construção sofrem alta em junho

0 42

O nível geral de preços dos materiais de construção no Estado de São Paulo contou com elevação em junho após duas quedas mensais. O indicador variou positivamente 0,34% em relação ao mês anterior, conforme estudo do Sincomavi com base nos dados do INCC/Sinapi. Em abril e maio houve um aumento de deflação de 0,36% e 0,55%, respectivamente. Em relação a junho de 2015, ocorreu um recuo de 0,14 pontos percentuais.

Em 2016, os preços dos materiais de construção no Estado de São Paulo acumulam alta de 1,05%. No primeiro semestre de 2015, o indicador chegou a atingir os 3,79%. Considerando o acumulado de doze meses, o índice que mede a variação de preços dos materiais de construção está em 2,38%, abaixo do acumulado em 2015, quando ficou em 5,15%.

Analisando os subitens do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo)/IBGE do mês de junho e do primeiro semestre de 2016 na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) e no Brasil, observa-se redução nos preços de cimento, enquanto há forte alta nos produtos relacionados à pintura.

Mais uma vez o nível geral de preços dos materiais de construção na RMSP registra oscilação. “Em junho há crescimento, frente a dois meses consecutivos de deflação”, ressalta o economista Jaime Vasconcellos.

“Por mais que apresente praticamente o dobro do crescimento da variação nacional neste mesmo mês (0,16%), observa-se que, para o mês de junho nos últimos anos, temos em 2016 o índice de elevação mais ameno desde 2013”. Em sua opinião, mesmo que pressionado pelo câmbio mais depreciado e pelo acréscimo significativo dos preços de tintas, os preços dos materiais de construção na RMSP parecem estar entrando no ritmo já observado em nível nacional, todos em desaceleração. “Com o dólar mostrando desvalorização nas últimas semanas, tal arrefecimento parece ser mais sustentável para o segundo semestre, mesmo que ainda dependendo das incertezas trazidas pelo cenário político brasileiro”, finaliza Vasconcellos.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.