Setor de higiene e beleza tem queda nas vendas

0 62

Levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) mostra uma desaceleração no setor. As vendas de janeiro a setembro de 2015 já apresentam queda real de 6,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Esta retração, que representa a primeira queda do setor de HPPC em 23 anos, é causada por fatores como a instabilidade política e econômica pela qual o Brasil tem passado; a decisão do governo, tomada no início deste ano, de passar a cobrar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) também das distribuidoras de cosméticos; a retração do poder de compra do consumidor e a crise hídrica, que também impactou na venda de itens de higiene.

Empregos

O setor manteve estabilidade nos primeiros cinco meses do ano. Porém, com a queda no faturamento motivada por aumento de carga tributária no IPI e os aumentos previstos para 2016 no ICMS, registrou-se uma redução no emprego direto a partir de junho de 2015, chegando a 4,1% de retração em setembro, versus o mesmo período de 2014.

Importante ressaltar que de 2011 a 2014 o crescimento no emprego direto foi de 8,3% em 2011, 1,6% em 2012, 2,6% em 2013 e 2,2% em 2014.

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.