Natura inaugura centro de inovação em SP

0 191

 

O novo centro de inovação possui quase 3 mil metros quadrados e reúne laboratórios com algumas das estruturas mais avançadas da América Latina

Ampliar pesquisas de ingredientes da biodiversidade brasileira e impulsionar o desenvolvimento de produtos inovadores. Este é o propósito do novo parque de inovação tecnológica na Natura, inaugurado hoje (24), através de um tour virtual que ocorreu na presença das comunidades científica e acadêmica, autoridades governamentais, jornalistas e formadores de opinião.

O tour mostrou o novo centro de inovação, suas áreas, tecnologias e a missão da empresa, tudo na presença de alguns de dos executivos da Natura, seus fundadores originais, do Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, e do Governador do Estado de São Paulo, João Dória.

“A natura inova ao desenvolver parcerias com startups, instituições de pesquisa, Universidades, empresas e especialistas, acreditando na colaboração”, diz João Paulo Ferreira, Presidente da Natura durante a inauguração virtual. 

Reconhecida pela ONU como uma Empresa Campeã da Terra, a Natura evoluiu e se tornou Natura &Co, a quarta maior empresa de beleza do mundo. “Agora a nossa ambição é nos tornarmos a primeira empresa de beleza para o mundo”, afirma o Presidente.

O Centro

O centro de inovação da Natura está localizado na cidade de Cajamar, município da microrregião de Osasco, no interior de São Paulo ― mesmo local onde se localiza a sede, fábricas e escritórios da companhia.

A nova área possui quase três mil metros quadrados e reúne laboratórios e equipamentos distribuídos ao longo de quatro andares, com algumas das estruturas mais avançadas da América Latina.

“Queremos estar prontos para assimilar rapidamente qualquer inovação com potencial de gerar impacto positivo em nossos processos”, diz Roseli Melo, head global de P&D da Natura e líder do projeto que viabilizou a novidade. “O novo centro alavanca a inovação e o desenvolvimento de fórmulas naturais com ingredientes seguros, potentes e exclusivos da biodiversidade brasileira, sem a utilização de testes em animais”.

Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.