Mercedes-Benz promete maior plataforma de carga para o mercado VUC

0 46

Os caminhões Accelo Mercedes-Benz se posicionam, cada vez mais, como os mais produtivos do segmento VUC (Veículo Urbano de Carga) na cidade de São Paulo, destacando-se pela alta capacidade volumétrica e de carga útil e pela permissão de circulação, mesmo em zonas de restrição, respeitando apenas o rodízio de placas.

Com a nova legislação VUC recentemente implantada – que permite um maior comprimento total do veículo, até 7,20 metros, aumentando a capacidade de transporte para empresas e autônomos – a linha Accelo passou a oferecer mais modelos de caminhões, com muitas vantagens e benefícios aos clientes.

“Estamos totalmente preparados para atender à nova legislação VUC com um portfólio ainda maior”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing & Peças e Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Oferecemos aos clientes um completo leque de produtos, nos leves Accelo 815 e 1016, e agora no médio com o novo Accelo 1316 6×2, todos podendo atender o novo VUC de 7,20 metros”.

De acordo com o executivo, os clientes passam então a contar com mais opções na hora de escolher o caminhão leve ou médio que melhor atenda às características e às necessidades específicas de suas atividades de transporte de carga ou distribuição de mercadorias. “Isso só aumenta ainda mais os diferenciais da linha Accelo, que oferece a maior plataforma de carga entre os VUCs, de 5.480 mm de comprimento”, ressalta Leoncini. “Oferecemos até 30 cm a mais em relação aos principais concorrentes, assegurando grande volume e elevada capacidade de carga útil, posicionando os caminhões Accelo como os mais produtivos para essa aplicação”.

Crescimento da participação de mercado em leves e médios

Segundo Leoncini, a nova legislação VUC de São Paulo poderá estimular maior movimentação de negócios para a marca nos segmentos de leves e médios. “Nesse contexto, os caminhões Accelo ganham destaque, porque já são reconhecidos pelos clientes por sua versatilidade de aplicação, força e agilidade no trânsito e flexibilidade para circulação nas cidades, além da melhor relação custo-benefício garantida, em especial, pelo seu trem-de-força robusto e baixo consumo de combustível”, diz o executivo.

O êxito do Accelo no transporte urbano de cargas e na distribuição de mercadorias tem contribuído para o alcance de melhores resultados para a marca. “Nós lançamos o Accelo 1316 6×2 em outubro do ano passado. E em 2016, entre os meses de janeiro a maio, nossa participação no segmento de caminhões médios aumentou 7 pontos percentuais, chegando próximo de 30% de market share”, ressalta Leoncini. “Já no segmento de leves, com o Accelo 815 e 1016, crescemos 4 pontos percentuais no mesmo período, superando 31% de market share”.

A Mercedes-Benz oferece mais vantagens aos clientes do segmento VUC, como de qualquer outra atividade. Isso inclui as atrativas alternativas de aquisição de veículos oferecidas pelo Banco Mercedes-Benz e pelo Consórcio Mercedes-Benz. Também ganham evidência outros itens do mais abrangente portfólio de produtos e serviços, como três linhas de peças (genuínas Mercedes-Benz, Alliance e remanufaturadas RENOV), contratos de manutenção e atendimento especializado da Rede de Concessionários, SelecTrucks – loja de veículos usados –, entre outros.

 

“Graças à sua elevada capacidade de carga, o Accelo pode substituir até cinco veículos nas operações de transporte”, diz Leoncini. “Ou seja, nosso caminhão faz menos viagens para a mesma quantidade de carga, com maior economia operacional, aumentando a produtividade e a rentabilidade para o cliente. Isso também significa menos veículos nas vias e menor volume de emissões, o que traz melhoria para a qualidade do ar e preserva o meio ambiente”.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.