Jack Welch, lendário ex-CEO da GE, morre aos 84 anos

0 98

Jack Welch, lendário ex-CEO e chairman da General Electric, morreu no último domingo (1) aos 84 anos, segundo informações da CNBC. A causa da morte foi insuficiência renal. Ele deixa a esposa Suzy e quatro filhos de outro casamento, com Carolyn B. Osburn.

Considerado um dos grandes gestores de todos os tempos, Welch comandou a GE por 21 anos, entre 1981 e 2001, período em que o valor de mercado da companhia saltou de US$ 12 bilhões para US$ 410 bilhões.

Ao lado do título de “gestor do século” pela Fortune Magazine, seu estilo de liderança também rendeu o apelido de “Neutron Jack” – referência à bomba de nêutrons, que mata pessoas sem destruir edificações -, pelas muitas demissões e fábricas fechadas.

Enquanto comandante da empresa, Welch diversificou os negócios, expandindo para serviços financeiros e de consultoria. A GE Capital Bank e aquisições importantes foram realizadas no seu período de gestão.

Autor de livros como “Paixão por Vencer” e “Jack: definitivo”, usados como bíblias de negócios em algumas companhias ao redor do mundo, Welch ficou famoso por desburocratizar operações. Ele inventou a “curva de valor”, que ranqueava gestores de empresas em três grupos: os de melhor desempenho, que merecem reconhecimento pelo destaque (A); os essenciais para o funcionamento do negócio, nos quais compensa investimento para que ascendam ao primeiro grupo (B); e aqueles de desempenho insatisfatório, que deveriam deixar a empresa.

De origem humilde, Welch, filho de um maquinista de trem, cursou engenharia química em Massachusetts e tornou-se doutor na área. Começou na GE aos 25 anos. Em 2018, seu patrimônio pessoal era estimado em US$ 750 milhões.
.

Fonte Infomoney
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.