Aquecido, setor de pães industrializados cresce 16%

0 34

Em 2013, o setor de pães industrializados, os chamados “pães de forma”, apresentou um crescimento de 16% em faturamento em relação a 2012, atingindo R$ 4,09 bilhões. Em volume, o crescimento foi de 2% atingindo 1,017 milhão de toneladas no ano passado. Na comparação deste mesmo dado com o referente a 2009, o aumento nos últimos cinco anos foi de 16,7%. Os números foram divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Massas Alimentícias e Pão & Bolo Industrializados (Abima), em parceria com a consultoria Nielsen.

Já o setor de bolos industrializados apresentou aumento de 15,8% no faturamento no ano passado em relação ao ano anterior, totalizando R$ 767,2 milhões. O Valor é 72% superior ao registrado há cinco anos. De acordo com as informações repassadas pela Abima, os pães industrializados têm penetração de 71% no mercado brasileiro, enquanto o segmento de bolos responde por 45%. Comparando com o mercado de massas alimentícias, por exemplo, que atinge 99,6% de penetração, o de bolos e pães ainda é pequeno e tem muito espaço para crescer.

Para Claudio Zanão, presidente da Abima, o crescimento deste mercado tem se mostrado constante. “Os novos hábitos do brasileiro, que valoriza cada vez mais uma alimentação equilibrada e prática, têm elevado a procura por esse tipo de produto.  Além disso, o  quilo do pão industrializado é mais baixo que o do pão francês e sua durabilidade muito maior”, diz.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.