Vendas de ovos de Páscoa caíram 40% nos supermercados 

1 1.533

Durante a semana que antecedeu a Páscoa, em 2018, houve aumento de 2,4% na quantidade de produtos vendidos nos supermercados em relação ao mesmo período de 2017, segundo dados da Neogrid, obtidos com base na movimentação de 25 mil lojas do setor em todo o país. O levantamento registrou ainda a queda de cerca de 40% nas vendas de ovos de Páscoa e o aumento de aproximadamente 30% nas vendas de chocolates.

Segundo o vice-presidente de operações da Neogrid, Robson Munhoz, mesmo com os sinais de reaquecimento da economia, os reflexos da crise, como inadimplência e desemprego, ainda influenciam o bolso do consumidor. “Neste ano, apesar do crescimento das vendas em geral nas lojas, as pessoas optaram por presentes de Páscoa mais acessíveis, substituindo os ovos tradicionais por chocolates de menor valor agregado”, explica o executivo.

De acordo com Munhoz, o consumidor também migrou para lojas especializadas para a compra dos presentes de Páscoa. “Algumas marcas definiram estratégias para atrair o público no período. A Cacau Show, por exemplo, atuou na manutenção de preços dos produtos antigos e trouxe opções diferenciadas, com embalagens prontas para presentear”.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), em 2018 o número de lançamentos chegou em torno de 130 – volume ligeiramente maior que os 120 do ano passado. Porém, bem menor que o de 2016, quando foram 147. A entidade relatou que muitos fabricantes apostaram ainda mais na diversificação de produtos, misturando novos produtos com os tradicionais, além de oferecer opções que coubessem no bolso das famílias.

 

Notícias Relacionadas
1 comentário
  1. Ricardo diz

    Com os preços exorbitantes dos ovos era de se esperar uma queda, isso deve acontecer nos anos seguintes, pois o consumidor ficou mais exigente e mais esperto pois compara o preço do ovo com outros produtos.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.