SP lidera criação de empregos em junho, aponta Caged


O Estado de São Paulo liderou com folga a criação de postos de trabalho no mês passado. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (9), revelaram que empresas paulistas criaram 21.805 empregos no mês passado. Por outro lado, o Rio de Janeiro continua como lanterninha no mercado de trabalho e 9.320 vagas foram fechadas por empresas fluminenses.

A maior parte dos novos empregos no Estado de São Paulo é no comércio, onde 8.957 postos foram abertos. Em seguida, aparecem o segmento de serviços (6.729 novos empregos), agricultura (3.599) e indústria (2.791). A construção civil paulista também voltou a contratar timidamente, com 459 novos postos de trabalho.

Após São Paulo, dois Estados com economia fortemente ligada ao agronegócio apresentaram dados positivos: Mato Grosso com 8.085 empregos e Goiás com 4.745 novos postos de trabalho. Das 27 unidades da federação, 20 terminaram o mês passado com resultados positivos no Caged.

Do lado contrário da tabela, o Rio de Janeiro amargou o pior resultado com o fechamento de mais de 9 mil empregos. A economia fluminense continua com forte movimento de demissão na construção civil, que perdeu 4.660 empregos, e nos serviços, onde foram destruídas 4.068 vagas. Há porém, ligeiro sinal positivo em outros ramos. O comércio teve a abertura de 101 empregos e a indústria do Rio ganhou 85 postos.

Entre os demais Estados com fechamento de vagas, estão o Espírito Santo (-1.841) e Mato Grosso do Sul (-1.827).


Fonte O Estado de S.Paulo

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.