Totvs – 728 x 90

Licença-maternidade mais longa é aprovada por Comissão no Senado

0 1.626

Foi aprovada na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) a licença-maternidade de 180 dias para celetistas (trabalhadoras sob o regime CLT). Na regra atual, o período ausente do trabalho é de 120 dias. Por tramitar em regime terminativo, o projeto (PLS 72/2017) segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

No programa Empresa Cidadã as empresas participantes já utilizam o padrão de 6 meses para a licença. Este é o período de amamentação exclusiva indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, os bebês que ficam seis meses ao lado da mãe têm reduzidas as chances de contrair pneumonia, desenvolver anemia e sofrer com crises de diarreia”, disse o relator do projeto, Paulo Paim. “O Brasil gasta somas altíssimas por ano para atender crianças com doenças que poderiam ser evitadas, caso a amamentação regular tivesse acontecido durante estes primeiros meses de vida”, argumentou.

Contra o projeto se posicionou o senador Cidinho Santos (PR-MT), que teme que a medida possa prejudicar as mulheres no que se refere às contratações no mercado de trabalho.

Fonte InfoMoney
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.