Economistas elevam projeção para PIB em 2018 e mantêm aposta de 1 corte de juros até dezembro

0 461

Na semana em que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s decidiu rebaixar a nota de crédito brasileira de BB para BB-, os economistas de mercado promoveram poucas alterações em seus cenários para o desempenho dos principais indicadores do país neste ano e no próximo. De acordo com o relatório Focus, divulgado pelo Banco Central na manhã desta segunda-feira (15), as expectativas dos especialistas consultados para o PIB (Produto Interno Bruto) tiveram leve avanço de 1 ponto-base, para crescimento de 2,70%, ao passo que as projeções para a inflação oficial medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) e para a Selic se mantiveram em 3,95% e 6,75%, respectivamente.

Já para 2019, a mediana das expectativas para IPCA, PIB e câmbio continuaram as mesmas de uma semana atrás: 4,25%, 2,80% e R$ 3,40, respectivamente. Apenas as projeções para a Selic sofreram alteração, voltando ao patamar de 8% após apontarem para 8,13% na pesquisa anterior.

Entre os cinco economistas que mais acertam em suas projeções — o chamado “top 5” — a mediana das projeções no cenário de curto prazo apontou para uma inflação de 3,90% neste ano, ante estimativas de 3,75% uma semana atrás. Para o ano seguinte, as apostas seguiram em 4,25%. Do lado da taxa de câmbio, as projeções para este ano se mantiveram em R$ 3,40, enquanto para o ano seguinte houve um leve recuo de R$ 3,30 para R$ 3,29. Já para a Selic não houve alterações: 6,75% em 2018 e 7,75% em 2019.

No cenário de médio prazo do “top 5”, a mediana das projeções para a inflação oficial saltou de 3,72% para 3,80% neste ano, enquanto caíram de 4,25% para 4% no ano seguinte. Já as apostas para o câmbio foram de R$ 3,40 para R$ 3,45 em 2018 e de R$ 3,41 para R$ 3,55. Do lado da Selic, não houve mudanças: 6,50% neste ano (o que indicaria mais dois cortes de 25 pontos-base pelo Copom) e 8% no ano seguinte.

Fonte InfoMoney
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.