e-commerce registra variação de 2,53% nas vendas de setembro, aponta índice MCC-ENET

0 31

O volume de vendas no comércio eletrônico apresentou variação positiva de 2,53% em setembro de 2019, ante o mês anterior, conforme revela o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie. O indicador mostra ainda que o faturamento teve um aumento de 4,3% em setembro.

“Os dados de faturamento e de venda comprovam que setembro foi o segundo maior resultado positivo da série desde janeiro de 2018, perdendo apenas para a Black Friday do ano passado”, afirma André Dias, coordenador do Comitê de Métricas da camara-e.net e diretor executivo do Compre & Confie. “A Semana do Brasil, que aconteceu pela primeira vez em setembro deste ano, foi um grande incentivador para os dados expressivos”.
Vendas online

A variação do índice de vendas no acumulado do ano até setembro é de 24,82%, enquanto que em relação ao mesmo período do ano passado foi de 8,07%. “Podemos ver neste dado um significativo aumento no ritmo das vendas”, destaca Dias.

Na comparação por regiões, no mês de setembro, o Sudeste foi o líder em vendas online, com alta de 4,14% em relação a agosto, seguido pelo Sul, que apresentou um aumento de 1,45%. Em contrapartida, Norte, Centro-Oeste e Nordeste variaram negativamente: -5,86%, -4,74% e -0,15%, respectivamente.

No acumulado dos últimos 12 meses, todas as regiões tiveram variação positiva no índice de vendas: Nordeste (79,82%), Centro-Oeste (77,14%), Sul (67,01%), Norte (62,33%) e Sudeste (59,18%).
Faturamento

Na análise dos índices de faturamento do e-commerce, a variação em setembro foi de 4,33% em relação ao mês anterior. No acumulado dos últimos 12 meses, foi de 73,39%.

Ao traçar o comparativo das regiões em setembro, duas regiões registraram queda: o Norte teve a maior variação negativa, com -3,94%, e Centro-Oeste caiu -1,43%. Já no Sudeste, Sul e Nordeste, a variação foi positiva: 6,11%, 3,76% e 1,52%, respectivamente.

Participação do e-commerce no comércio varejista

No mês de agosto, o e-commerce representou 5,6% quando comparado ao mês anterior, no comércio varejista restrito (exceto veículos, peças e materiais de construção). Ao avaliar o acumulado dos últimos 12 meses, a participação é de 5,3%. Vale destacar que esse indicador foi feito a partir da última Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE.

Categorias

Entre as categorias, no mês de agosto, os brasileiros compraram mais online: equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (42,1%), seguido por móveis e eletrodomésticos (23,9%). Na sequência, tecidos, vestuário e calçados (13,2%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (10%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (6,5%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (2,7%) e, por último, livros, jornais, revistas e papelaria (1,6%).

Consumidores Virtuais

O MCC-ENET revela ainda que, entre julho e setembro de 2019, 11,3% dos internautas brasileiros realizaram ao menos uma compra no e-commerce. Nota-se um crescimento de 1,2% em relação ao trimestre anterior (10,1%). Já na comparação com o mesmo período de 2018, o avanço é de 2,8%.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.