Carnaval: 62% dos consumidores devem gastar até R$500,00 nos quatro dias de festa

0 85

A data mais esperada pelos foliões está chegando. O carnaval, época com altos fluxos de circulação em aeroportos, praias e supermercados, têm altas expectativas de consumo para este começo de 2020.

A plataforma ShopFully realizou um levantamento junto a 1.549 consumidores de todo o país para mapear o comportamento, intenção de compra e preferências para os quatro dias de festa que marcam fevereiro.

De acordo com a pesquisa, cuja maior parte do público era feminina (61%) com idades entre 30 e 49 anos (67%), 38% dos entrevistados consideram que o ano só começa após o carnaval, destes 50% pretendem curtir a data. Vimos que no total apenas 40% irão aproveitar a data, sendo que 56% deve ficar em casa/cidade de residência e 44% tem pretensão de viajar com família ou amigos.

Já a falta de dinheiro (39%) aparece como principal motivo para aqueles que devem permanecer em casa. Em segundo lugar, vem os bloquinhos de rua que animarão as cidades (34%), seguido por 23% que pretendem usar a data para descansar. Dos entrevistados, apenas 10% afirmaram que irão assistir aos desfiles.

Além disso, quase 60% dos entrevistados pretendem passar a data na praia, 24% no campo e os demais 26% na cidade.  Quando perguntados sobre qual será seu maior gasto no carnaval, disparados 40% pretendem gastar dinheiro com bebidas, seguido por 16% com viagens, 8% com festas e 3% com fantasias e acessórios.

A disposição para consumir estará em alta: quase 62% devem gastar até R$500,00 nos quatro dias de folia. Expressivos 32% afirmaram que gastarão de R$1.000,00 a R$2.500,00. Outros 6% esbanjarão mais, reservando mais de R$2.500,00 para o feriado prolongado.

Pesquisa de preços

E para aqueles que querem aproveitar ao máximo as oportunidades trazidas pela data, 40% deve procurar pelas melhores ofertas de bebidas em sites e apps de ofertas. Além de 29% afirmarem visitar lojas físicas, 12% consultam redes sociais e 11% verificam os comparadores de preços.

Para a categoria Fantasias e Acessórios, mais de 35% devem conferir as promoções pessoalmente. Outros 23% devem procurar em redes sociais, enquanto sites/apps de ofertas, comparadores de preços e sites de e-commerce vem em último lugar com equivalentes 12%.

A finalização das compras deve ocorrer, em sua maioria, em comércios de rua e shoppings, no geral 63% fazem suas pesquisas online e 79% irão comprar em lojas físicas no carnaval, reforçando o conceito de O2O (Online to Offline).

Por fim, como de praxe, a cerveja se destacou recebendo o equivalente a 60% das menções quando a pergunta era qual marca lembra o carnaval: Skol, Heineken, Brahma, Itaipava e Devassa apareceram no ranking top of mind.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.