BTG Pactual cria unidade digital para disputar clientes do varejo

0 62

Depois de testar as águas do varejo com sua plataforma digital de investimentos, o BTG Pactual decidiu mergulhar de cabeça na disputa por esse mercado. O banco anunciou na noite de hoje uma nova unidade de negócios para tocar todas as suas iniciativas para o segmento.

Quem vai liderar o projeto dentro do banco é Amos Genish, executivo com longa experiência no setor de telecomunicações, incluindo as presidências da Vivo e da Telecom Italia. Ele entra no BTG como sócio sênior.

Além da área de investimentos que já está em operação, a nova unidade será responsável pela conta digital completa para pessoas físicas que o banco pretende lançar, além de uma plataforma digital de serviços financeiros e crédito para pequenas e médias empresas.

A participação do BTG no Banco Pan também ficará sob responsabilidade dessa unidade, assim como as participações em negócios digitais na área de seguros e outras iniciativas, como a empresa de análise de dados Decode e a aceleradora de start-ups boostLAB.

O banco anunciou também uma reorganização interna, com a transferência de uma parte das ações que possui no suíço EFG para a holding do banco. Após a operação, a participação direta do BTG cairá de 30% para 5%. A mudança também servirá para melhorar os índices de capitalização da instituição.

Oferta de ações

As novidades do BTG não param por aí. Os sócios devem aproveitar a valorização das ações (BPAC11) para vender R$ 2 bilhões em uma oferta na bolsa. Nos últimos 12 meses, os recibos de ações (units) acumulam ganho de 141%.

No comunicado encaminhado hoje à noite, o banco informou que espera o aumento da liquidez das units após a oferta e que vai aderir ao Nível 2 de governança corporativa, o segundo mais rigoroso da B3 atrás apenas do Novo Mercado.

Fonte Seu dinheiro
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.