Totvs – 728 x 90

Brasil compensa embargo da Rússia em carne suína com vendas na China e Hong Kong

0 369

O aumento das exportações de carne suína para China e Hong Kong compensaram o impacto causado pelo embargo imposto pela Rússia anunciado em dezembro do ano passado. A avaliação é feita pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Apenas em janeiro deste ano, a China aumentou as importações do produto em 122%, com a aquisição de 13,5 mil toneladas. A receita com as vendas somou de US$ 28,9 milhões, forte alta de 131% acima do montante observado no ano anterior.

Hong Kong por sua vez incrementou suas importações em 23%, com 17,2 mil toneladas exportadas em janeiro de 2018. Em receita, o crescimento chegou a 27%, totalizando US$ 34,8 milhões.

Em nota, o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra destacou o desempenho do mercado asiático. “O setor de suínos entrou em um novo momento, com menor dependência das vendas para o Leste Europeu, diminuindo os efeitos do embargo russo. As exportações para a China neste início do ano, inclusive, superaram a média dos embarques realizados para a Rússia no primeiro mês dos últimos cinco anos”.

Fonte InfoMoney
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.