Novas restrições: o que abre e fecha em SP nas fases vermelha e laranja

0 102

O governo de São Paulo anunciou na sexta-feira passada que as cidades do Estado voltarão para a fase vermelha do plano de combate ao coronavírus após as 20h durante a semana e o dia todo aos fins de semana e feriados. O endurecimento da flexibilização é uma tentativa de controlar o aumento dos casos de coronavírus em São Paulo.

Durante os dias da semana, sete regiões de São Paulo continuarão na fase vermelha, enquanto outras dez regiões ficarão na fase laranja, incluindo a Grande São Paulo.

Na fase laranja, todos os setores econômicos poderão funcionar com restrições de horário e ocupação, com exceção dos bares, que ficam impedidos de realizar atendimento presencial. Já na fase vermelha, somente os serviços essenciais estão autorizados a abrir.

Veja como fica o funcionamento a partir desta segunda-feira, dia 25:
O que pode funcionar na fase laranja
  • Todos os setores de comércio e serviços podem funcionar, exceto o atendimento presencial em bares
  • Ocupação: limitada a 40% da capacidade do estabelecimento
  • Funcionamento: por até 8 horas por dia
  • Horário: atendimento presencial até as 20h, no máximo
O que pode funcionar na fase vermelha
  • Serviços de saúde
  • Supermercados
  • Padarias
  • Farmácias
  • Postos de gasolina
  • Hotéis
  • Pet shops
  • Lavanderias
  • Transporte público
O que precisa fechar na fase vermelha
  • Atendimento presencial em bares e restaurantes (só podem fazer delivery e entrega no local)
  • Shoppings centers
  • Comércio de rua
  • Parques
  • Academias
  • Cinemas, teatros, museus
  • Salões de beleza
  • Escritórios
  • Concessionárias
Fonte 6 Minutos
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.