Casas Bahia e Pontofrio vão vender alimentos online em nova estratégia da Via Varejo

0 303

A Via Varejo deu mais um passo rumo ao padrão Amazon ao anunciar, na terça-feira (16) a integração entre o e-commerce alimentar do Extra e os sites das Casas Bahia e Pontofrio. A partir de maio, será possível realizar compras de produtos em categorias como alimentos, bebidas, produtos para bebês, limpeza e higiene na mesma cesta de compras dos itens disponibilizados nos outros sites, como eletrônicos.

No primeiro momento, cerca de mil itens serão disponibilizados, mas a intenção é expandir ao longo do ano. Conforme o portfólio aumente, os três e-commerces passarão a ter cada vez maior integração e variedade.

A intenção é aumentar o fluxo de visitas aos sites e a recorrência em compras (afinal, normalmente se compra alimentos muito mais do que eletrônicos, por exemplo). É a mesma linha de raciocínio aplicada pela Amazon ao comprar a Whole Foods. A expectativa é aumentar a venda neste segmento em 3 dígitos nos próximos meses, de acordo com Paulo Naliato, Diretor Executivo de Operações da Via Varejo.

“A partir de agora, as categorias de itens negociadas pelo time do Extra para o e-commerce alimentar da marca, também estarão disponíveis nos três sites da Via Varejo, oferecendo ainda competitividade aos canais, com um sortimento mais amplo, além de comodidade e preços competitivos aos clientes”, diz o executivo.

Segundo ele, os produtos serão incluídos no sortimento dos canais, com as mesmas condições de pagamento e promoções vigentes válidas nos sites da Casas Bahia e do Pontofrio, e o cliente poderá realizar uma compra completa, em um único acesso.

Como a entrega da parte de alimentos é de responsabilidade do Extra, os produtos serão entregues em lotes diferentes mesmo que realizados em uma única compra – como ocorre quando se compra no marketplace. De acordo com a empresa, o consumidor que fizer compras de produtos de fontes distintas receberá em um e-mail de confirmação de ambas as compras, cada uma com seu respectivo prazo.

“Essa iniciativa está totalmente alinhada com nossa estratégia digital. O cliente é multicanal, e nós precisamos acompanhá-lo e atendê-lo da forma como ele quer, e onde ele quiser”, comenta Antonio Salvador, Diretor de Transformação Digital e E-commerce do GPA, controlador do Extra.

Fonte InfoMoney
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.