Ypê, a marca pop de 70 anos

0 198
por Rúbia Evangelinellis para a DB Digital

Prestes a completar 70 anos, precisamente em 6 de novembro próximo, a Ypê é exemplo de empresa brasileira experiente que soube enfrentar as oscilações e trancos da economia, mirar no novo, ouvir o consumidor e se apresenta com perfil moderno. Nascida pelas mãos da família Beira como uma pequena fábrica de sabão na cidade de Amparo, interior paulista, a direção investiu em ações que deram valor à marca e criaram um portfólio popular, com mais de 300 produtos para limpeza da casa e da roupa além de uma linha de sabonetes.

Ypê ganhou força de marca popular e conquistou espaço nas gôndolas do varejo – do pequeno ao grande. A companhia deixa claro que vai bem, obrigada e que o plano de sustentação e desenvolvimento está alinhado às ações sociais e de sustentabilidade.

Waldir Beira Júnior, CEO da Ypê, toca o negócio criado pelo pai em 1950 e batizado como Química Amparo (razão social da marca institucional Ypê). Em entrevista exclusiva à Revista Distribuição, o empresário destaca os atuais feitos da empresa que se mantém com capital 100% nacional. E diz o que a move, a perspectiva de crescimento e a sua observação sobre o mercado. “A história da Ypê é marcada por conquistas, superação e crescimento. Nossa estrutura mudou no que diz respeito à época da fundação, mas os valores são os mesmos”, assegura.

Waldir Beira Júnior, CEO da Ypê

Apesar da firme aposta no potencial de mercado, cifras e percentuais que medem faturamento e investimentos são sigilosos. “A Ypê apresenta crescimento consistente desde sua fundação e esperamos manter essa curva ascendente para os próximos anos”, resume. Beira Júnior acrescenta que a empresa mantém uma política firmada na “melhor” equação custo x benefício do portfólio e lastreada na ampla oferta de produtos e preço acessível. “Temos uma meta de crescimento otimista. E somos líderes no Brasil nas categorias de lava-louças, amaciante tradicional e sabão em barra”, exemplifica.

No mercado nacional, a Ypê possui um mix com mais de 300 produtos em 15 categoriais. Além da foça da marca institucional, que usa para estampar alguns produtos, a empresa é ainda dona dos rótulos Atol, Assolan, Perfex, e Tixan.

Ainda que mantenha a atenção no mercado doméstico, a indústria permanece atenta à sua carteira de clientes do Exterior. A exportação é uma operação considerada estratégica para os negócios. Atualmente, a indústria vende para mais de 20 países da América Latina, Ásia América Latina, África e Oriente Médio.

Expansão da produção

Para dar base à expansão dos negócios, a Ypê anunciou a construção da sexta fábrica a partir deste ano, com inauguração programada para 2022. As demais estão localizadas em São Paulo (Amparo e Salto); Bahia (Simões Filho); e em Goiás (Anápolis e Goiânia). O empreendimento está sendo erguido em Itapissuma (PE) numa área de 400 mil metros quadrados.

O empresário garante que a unidade seguirá “com rigor” os princípios e valores da companhia, no tocante à preservação do meio ambiente e utilização racional dos recursos naturais, em conformidade com requisitos legais. A previsão é que fábrica promova o desenvolvimento e fomento da economia local, com a criação de aproximadamente 700 ofertas de trabalho, entre empregos diretos e indiretos.

Com a nova fábrica e um centro de distribuição ao lado da unidade, a empresa reforça sua aposta no mercado brasileiro e na região Nordeste.

Recentemente, a Ypê divulgou que, em paralelo a construção da sexta fábrica, fechou uma parceria com a Brasmundi para utilização de um centro de distribuição em Jaboatão dos Guararapes, que fica a cerca de 20 quilômetros de Recife (PE). O objetivo é melhorar o atendimento na região até junho próximo.

** Leia a reportagem completa na Revista Distribuição de março/abril

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.