Evino anuncia aquisição da Grand Cru

0 581
A Evino anunciou a aquisição da Grand Cru, maior importadora, distribuidora e varejista de vinhos premium na América Latina. Juntas, as duas empresas formarão o maior grupo varejista de vinhos importados de todo o País, com amplo portfólio e alta rentabilidade: as empresas combinadas devem faturar aproximadamente R$700M em 2021.

Isso significa que além de expandir a atuação nacional, a aquisição da Grand Cru pela Evino ampliará a capilaridade de atendimento aos clientes B2C e B2B, on e off-line. “Identificamos uma complementaridade enorme entre os negócios da Evino e da Grand Cru. Percebemos que a combinação das empresas poderá trazer aos consumidores uma proposta de valor e experiência omnichannel única”, diz Ari Gorenstein, co-CEO da Evino.

Mesmo com a aquisição de 100% da Grand Cru por parte da Evino, a intenção é manter ambas as marcas, pois constituem modelos de negócios complementares, tanto em termos de portfólio, como em canais de expertise e segmentação de clientes. A expectativa é que dessa forma seja possível gerar sinergias operacionais, logísticas, assim como novas oportunidades de negócios, alinhados ao plano estratégico de crescimento das marcas, que seguem olhando para o mercado. Além disso, poderão oferecer produtos e serviços cada vez mais amplos e direcionados ao consumidor de vinhos no Brasil, seja ele expert ou iniciante.

A combinação dos empreendimentos trará mais oportunidades de negócios e fará acelerar ainda mais o desenvolvimento B2C e B2B. Atualmente, a Grand Cru conta com 110 lojas no país e, até o fim do ano, serão mais 17 novos pontos. A união das marcas irá fortalecer ainda mais todos os canais, reforçando o crescimento e ampliação no mercado. “A complementaridade não está apenas na ótica de mercado e de produtos, mas também de forma interna. Hoje ambas as empresas têm times robustos e extremamente necessários para explorar na integralidade esse potencial que estamos gerando. Não é com redução de equipe que a tese de aproximação se sustenta, muito pelo contrário”, afirma Alexandre Bratt, CEO da Grand Cru.

Com a transação, a Grand Cru também deixa de fazer parte do portfólio do Aqua Capital, empresa de ações com investimentos nas áreas de alimentação e agronegócio. Desde 2015, em que esteve sob o controle da investidora, a Grand Cru aumentou a oferta de vinhos de excelente qualidade em cada faixa de preço que atua, fortalecendo sua presença nos diversos canais de vendas. Expandiu sua abrangência geográfica com as lojas físicas (tanto próprias, como franquias), e-commerce e a plataforma de live streaming, transformando digitalmente a companhia para oferecer uma excelente experiência de compra para o consumidor de vinho, por meio de um omnichannel bem equilibrado. “A união da Grand Cru com a Evino é tão forte que está se formando um dos maiores players de vinho do mundo, com uma presença multicanal. O grupo Aqua fica muito satisfeito com a integração entre as empresas, que reflete todo aprimoramento, governança e profissionalização que realizamos com a Grand Cru ao longo dos 7 anos juntos, sempre visando um crescimento robusto e acelerado”, avalia Agustin Blanco, managing director no Aqua Capital.

Somado ao lançamento em abril deste ano da Evino Empresas, braço B2B da marca liderado pelo co-fundador da Evino Marcos Leal, a integração com a Grand Cru reforça ainda mais os canais off-line para empresas de todos os portes e praças e ainda torna o grupo líder na importação de vinhos Italianos, Franceses e de espumantes de todas as origens. A intenção de aquisição deverá passar por aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que deve concluir o processo entre 30 e 45 dias e todos serão informados dos avanços conforme eles ocorram.
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.