BRF revela planos para 2014

0 31

O plano de diminuir custos nas operações de abastecimento será a principal meta da BRF em 2014. A empresa anunciou nesta quarta-feira (4) que já iniciou um estudo que visa analisar todas as regiões do País para, assim, adequar o portfólio de produtos e atender o perfil dos consumidores locais, objetivando otimizar tempo, aumentar a qualidade de entrega e, principalmente, eliminar 1,9 bilhão de reais em custos operacionais. “Vamos focar no que o consumidor quer. A ideia é tirar da prateleira o que não tem aceitação forte e gerenciar ativamente o nosso portfólio. Vamos pegar o que não tem representatividade e volume, mas tem de custos, e vamos racionalizar”, explica Rodolfo Torello, diretor de Marketing da BRF.

Em 2014, a empresa pretende apresentar 150 novos produtos. Cerca de dois terços a menos do que foi lançado neste ano. “Lançávamos produtos sem inovação. A questão não é reduzir o portfólio e sim aumentar a proposta de produtos efetivos nos lares brasileiros”, ressalta Sylvia Leão, vice-presidente de Marketing e Inovação da companhia.  A executiva explica que a nova BRF mira na ótica do consumidor, traduzido por categoria, canal e região. “A simplificação das regiões vai ajudar a companhia em todos os sentidos. Isso não quer dizer que vamos tirar produtos do mercado. Alguns vão ser desabilitados em alguns locais e destacados em outros”, diz Sylvia.  Atualmente, são 4 mil produtos das marcas da BRF ativos no mercado brasileiro.

Com um número de lançamentos inferior ao dos anos anteriores, a empresa pretende diminuir em 20% o portfólio de produtos em 2014. O diretor-presidente da BRF Brasil, Sérgio Fonseca, explica que a companhia vai descontinuar a produção de itens com baixos níveis de venda de acordo com as análises por região. “Posso dizer que temos muitos Países no Brasil e o direcionamento das 30 filiais da empresa será o de desabilitar produtos com pouco resultado. Hoje, 80% das nossas marcas respondem por apenas 20% do resultado”, afirma. Com o planejamento em prática, a BRF estima ultrapassar a marca dos dois dígitos em faturamento no próximo ano.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.