BRF comunica renúncia do vice-presidente de operações globais

0 1.102

A empresa de alimentos BRF, envolvida numa crise após os fundos de pensão Previ e Petros terem pedido a convocação de uma reunião extraordinária para avaliar a troca de membros do conselho de administração, anunciou na segunda-feira (26) que seu vice-presidente de operações globais, Hélio Rubens Mendes dos Santos Junior, renunciou ao cargo. Em comunicado, a companhia não explicitou os motivos para a saída do executivo, a quem agradeceu “pelos longos anos de trabalhos realizados”.

Críticas de Abílio Diniz

O presidente do conselho de administração da BRF, Abilio Diniz, convocou para a próxima segunda-feira uma reunião do colegiado da maior exportadora de carne de frango do mundo, atendendo à solicitação dos acionistas Petros e Previ, mas criticou a postura dos fundos de pensão. Na véspera, a Petros informou que, em conjunto com outros acionistas da BRF, pediu que o conselho de administração convoque uma assembleia geral extraordinária para deliberar sobre a destituição de todos os seus membros.

No comunicado à imprensa nesta segunda-feira, Diniz disse que entende a posição dos fundos e compartilha “da insatisfação de todos os acionistas com os resultados da empresa (BRF)”. No entanto, o empresário afirmou discordar das ações dos fundos, da forma e do momento em que estão se manifestando. “Introduzir um assunto tão relevante como esse anonimamente, via imprensa, e só depois enviar comunicado formal à empresa não obedece às melhores práticas de governança e transparência. Além disso, não houve espaço para o diálogo tampouco a preocupação com os interesses da BRF e a responsabilidade de seus dirigentes”, disse Diniz em seu comunicado.

A BRF divulgou na semana passada que encerrou o quarto trimestre com prejuízo de R$ 784 milhões, ampliando a perda em 2017 para R$ 1,1 bilhão.

Fonte G1
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.