Totvs – 728 x 90

Ambev lança programa de aceleração para projetos de desenvolvimento sustentável

0 433

A companhia de bebidas Ambev está selecionando projetos sustentáveis em sua nova aceleradora de soluções ambientais. Com apoio institucional do Pacto Global, iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas), o programa engloba dez desafios, como: conservação dos recursos hídricos, criação de tecnologia para agricultura sustentável, incentivo à agricultura circular, soluções para produção de cerveja, redução do carbono da atmosfera e estímulo à logística ecológica.

A Aceleradora Ambev faz parte da plataforma 100+, lançada recentemente pela companhia com a missão de reunir ações de impacto positivo ao mundo. Neste sentido, são procuradas startups com ideias inovadoras que tenham potencial de crescimento e que tragam um impacto significante em uma das dez metas apontadas pela fabricante de bebidas.

De acordo com a Ambev, jovens empresas que tenham demonstrado sucesso na forma de propriedade intelectual, receita, clientes, pilotos ou contratos terão mais chances de serem aceitas.As empresas inscritas serão selecionadas de acordo com a compatibilidade com os desafios propostos, potencial de sucesso, equipe e experiência no mercado e capacidade de executar um projeto piloto em diferentes partes do mundo.

As incrições podem ser feitas no site do programa de aceleração até o dia 14/09, sendo que as ideias serão avaliadas até o início de outubro. Os projetos selecionados para a segunda fase serão classificados em duas categorias: global e local. A primeira categoria vai destacar projetos prontos que já possam ser implementados mundialmente. Propostas locais, por sua vez, serão aceleradas pela liderança brasileira da Cervejaria Ambev e da ONU.

Segundo a fabricante brasileira, a aceleradora vai fazer um aporte de capital de até US$ 100 mil (cerca de R$ 417 mil) em cada companhia para trazer as startups ao portfólio de investimentos da AB Inbev (multinacional fruto da fusão da belga Interbrew e da brasileira Ambev) e gerar potencial de investimentos fututos de parceiros.

Fonte Época Negócios
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.