Mercado de espumante rosé cresce; Envase Brasil é oportunidade para novos negócios

0 99

Entre os dias 31 de março e 03 de abril de 2020, acontece, em Bento Gonçalves – RS,  Envase Brasil.

O evento se consolida em importância diante de um mercado cheio de boas notícias. Uma delas revela que o espumante rosé tem se tornado cada vez mais um dos queridinhos do público nacional apreciador da bebida. Os números registrados ao longo de pouco mais de uma década provam como ele, literalmente, caiu no gosto do consumidor: se, em 2006, a comercialização anual das vinícolas gaúchas mal passou de 100 mil litros, ela agora alcança 3,6 milhões de litros — um salto de 3.500% nas vendas.

A Envase Brasil 2020 vai acontecer em uma região de grande importância para os mercados de vinhos, azeites e cervejas. A expectativa dos organizadores é que mais de 10 mil visitantes participem do evento e de que sejam movimentados mais de R$ 130 milhões em negócios.

Em sua programação, haverá encontros setoriais, realizados em conjunto com as principais entidades representativas, além de conteúdos técnicos e mercadológicos.

Outros destaques do evento serão a 4ª Conferência de Segurança de Bebidas e Alimentos, a Envase Experience e Beverage Day e as Rodadas de Negócios do Sebrae.

Mercado

Ainda sobre o mercado de espumantes, a consolidação, que foi ganhando corpo ano a ano, teve em 2018 o seu ápice. No ano passado, na comparação com o anterior (e também com 2015 e 2016, que se mantiveram estáveis), os números praticamente dobraram, de acordo com os dados do Cadastro Vinícola do Rio Grande do Sul, compilados pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). O avanço impulsionou de forma significativa a representatividade do rosé em relação ao total de espumantes consumidos, elevando sua participação de pouco mais de 10% para quase 19%.

O par perfeito

Um dos aspectos que mudaram esse posicionamento do rosé no país é, inegavelmente, a própria facilidade da bebida em se adaptar às mais diferentes ocasiões. “Vinhos espumantes rosés são extremamente versáteis, produtos que podem ser bebidos em um momento descontraído, como também são muito fáceis para harmonizar com comidas, por exemplo. Com pizzas, combinam sempre muito bem. A principal característica desse tipo de produto é o frescor equilibrado com a fruta” explica Bruno Cisilotto, Tecnólogo em Viticultura e Enologia no IFRS Campus Bento Gonçalves e doutorando em Biotecnologia pela Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Reafirmação no mercado

Na avaliação do enólogo Filipe Toledo, que também é sócio-proprietário da Outlet Vinhos & Espumantes, em Bento Gonçalves, a conquista de mais espaço teve origem em um momento de “reinvenção” da bebida. “O mercado oferecia produtos de qualidade quase sempre duvidosa com aquilo que se propunha para um vinho rosé. Nossa capacidade de elaboração com qualidade e excelência faz com que o mercado volte a receber os rosés, elaborados antes somente por variedades como Sangiovese, hoje com Cabernet Franc, Malbec, Pinot Noir, Tempranillo, entre outras mais conhecidas, como Cabernet Sauvignon e Merlot”, salienta.

Da Serra Gaúcha para o mundo

O sucesso conquistado pelo rosé ao longo dos últimos anos tem impulsionado novas criações dos produtores da Serra Gaúcha, que entregam ao mercado exemplares em nível de plena disputa com países consagrados na elaboração da bebida. Na capital nacional do espumante, por exemplo, surgiu em abril o primeiro Prosecco Rosé do Brasil, fabricado pela Cooperativa Vinícola Garibaldi.
A nova linha, cujo pioneirismo, ao que tudo indica, também é mundial, não chegou nem um pouco tímida. Com três meses de lançamento, arrebatou medalhas de ouro no concurso Catad’Or Wine Awards, no Chile, um dos mais respeitados da América Latina, e também na Grande Prova Vinhos do Brasil.

 

Anote na agenda:
Envase Brasil 2020

De 31 de março a 03 de abril de 2020
Em Bento Gonçalves – RS
Informações:
WathsApp Envase Brasil: (54) 99157 3863
queroexpor@newtrade.com.br

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.