Essas são as habilidades que você precisa ter para avançar na carreira

0 484

Resiliência é a principal habilidade esperada de quem está começando e quer crescer profissionalmente. Em pesquisa da Mappit, empresa de recrutamento especializada em profissionais em início de carreira do Grupo Talenses, 54% dos profissionais da área de recursos humanos (RH) apontaram que valorizam esse comportamento. No entanto, disseram que ainda não o encontram entre os jovens que ingressam no mercado de trabalho. “Chama a minha atenção a cobrança de que mesmo os mais jovens tenham resiliência”, diz Rodrigo Vianna, CEO da Mappit. Segundo o executivo, a demanda por esses comportamentos pode ser explicada pelo momento atual da economia, que está desaquecida. “O profissional tem de chegar ao mercado de trabalho já sabendo que vai lidar com uma montanha-russa de emoções.”

De acordo com a pesquisa, os profissionais de RH esperam que os novos trabalhadores tenham facilidade no relacionamento interpessoal e mais proatividade.

Os dados também mostram as características e habilidades pouco encontradas no mercado entre os jovens, segundo quem trabalha com RH. Para 46,7% dos profissionais da área, falta humildade naqueles que ingressam no mercado. Ou seja, saber ouvir críticas de forma construtiva e trabalhar para melhorar os pontos fracos. Além disso, eles acreditam que os jovens precisam ter mais conhecimento das principais ferramentas de trabalho da sua área de atuação.

O inglês avançado e/ou fluente também continua sendo um requisito não encontrado entre a mão de obra menos experiente. “Conforme a globalização avança, vão fazer cada vez mais falta profissionais que dominem inglês”, afirma Vianna. “Continua sendo um problema antigo e sério do Brasil.”

Mais de 55% dos entrevistados dizem esperar que os jovens realizem cursos de especialização. Para Vianna, a nova geração não pode se contentar apenas com o ensino superior, porque as universidades não formam um profissional pronto para o mercado. Segundo o CEO, os jovens devem buscar plataformas de capacitação gratuitas online e oportunidades dentro de suas próprias empresas. “Hoje existem um monte de oportunidades e formas de estudar, seja por meio de aplicativos ou vídeos”, afirma. “Os profissionais jovens são os principais responsáveis pela própria formação”.

A pesquisa foi realiza na primeira quinzena de abril deste ano, na qual, dentre os entrevistados, 59% dos participantes são coordenadores, gerentes ou diretores, em sua maioria da área de RH.

Fonte Época Negócios
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.