Brasileira irá presidir a companhia Aerolíneas Argentinas

0 16

A brasileira Isela Costantini, de 44 anos, se tornará a nova presidente da companhia aérea estatal Aerolíneas Argentinas assim que Mauricio Macri assumir o governo do país vizinho, em 10 de dezembro, informou na segunda-feira (30) a imprensa local.

Indicada pelo presidente eleito, Costantini – que era presidente de operação da General Motors na Argentina, Uruguai e Paraguai desde 2012 – substituirá Mariano Recalde à frente da companhia aérea, estatizada em 2008 pela presidente Cristina Kirchner.

A executiva, nascida no Brasil, mas filha de pais argentinos, é formada em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), com pós-graduação em Marketing e Negócios Internacionais na Universidade de Loyola de Chicago (EUA).

Em 2013, Isela Costantini foi incluída na lista das 50 mulheres mais poderosas do mundo dos negócios, segundo a revista “Fortune”.

A Aerolíneas Argentinas é a maior companhia aérea da Argentina, tanto em voos internacionais como domésticos. Além disto, é responsável por cerca de 80% dos voos domésticos e 40% dos internacionais que partem do Aeroporto Internacional de Ezeiza, em Buenos Aires.

O maior desafio para a companhia aérea é reduzir um déficit estimado em quase US$ 1 milhão por dia, de acordo com um relatório da Associação Argentina de Orçamento e Administração Financeira Pública

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.